- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Ucrânia. Rússia propõe à ONU “corredores humanitários” no leste

Ucrânia. Rússia propõe à ONU “corredores humanitários” no leste

O leste ucraniano, em particular o bastião separatista de Donetsk, é palco há uma semana de violentos combates entre o exército e forças separatistas que já fizeram dezenas de mortos.

(Foto: Konstantin Chernichkin)
(Foto: Konstantin Chernichkin)

A Rússia vai propor hoje ao Conselho de Segurança da ONU um projeto de resolução para a criação de “corredores humanitários” no leste da Ucrânia que permitam às populações fugir dos confrontos entre pró-russos e o exército ucraniano.

“Este projeto de resolução vai pedir a criação imediata de corredores humanitários para que os civis possam sair das zonas de combate”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, numa conferência de imprensa transmitida pela televisão.

“Queremos que o Conselho de Segurança exija que nenhum obstáculo impeça a saída de civis das zonas de combate ou a entrega de ajuda humanitária”, acrescentou.

O projeto de resolução russo exige o fim das operações do exército ucraniano no leste separatista, um cessar-fogo com os insurgentes pró-russos e a abertura de negociações entre as duas partes.

Segundo Lavrov, o texto é deliberadamente “despolitizado” e visa a “tomada de medidas que permitam o imediato alívio do sofrimento da população pacífica”.

O leste ucraniano, em particular o bastião separatista de Donetsk, é palco há uma semana de violentos combates entre o exército e forças separatistas que já fizeram dezenas de mortos.

A Rússia tem qualificado a operação militar ucraniana de “operação punitiva” e acusa Kiev de violar a Convenção de Genebra de 1949 sobre a proteção de civis.

*Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico aplicado pela Agência Lusa. (ionline.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Potencial petrolífero é de 40 mil milhões de dólares

As empresas angolanas do sector petrolífero apenas aproveitam cerca de 10 por cento do potencial estimado em 40 mil milhões de dólares que a...
- Publicidade -

França quer punir delito de “ecocídio”

Proposta apoiada pelo governo prevê pena de até dez anos de prisão e multa de até 4,5 milhões de euros para quem causar danos...

Burkina Faso: Jihadistas impedem o voto de 300 mil eleitores

As eleições presidenciais e legislativas no Burkina Faso tiveram lugar num contexto de ameaças de grupos radicais islâmicos. Não houve registo de violência na...

Obras do novo Aeroporto Internacional de Luanda retomadas em Janeiro de 2021 e sem financiamento adicional, garante ministro dos Transportes

As obras do novo aeroporto internacional de Luanda vão ser retomadas no princípio de 2021 e serão concluídas no prazo de dois anos, garantiu...

Notícias relacionadas

Potencial petrolífero é de 40 mil milhões de dólares

As empresas angolanas do sector petrolífero apenas aproveitam cerca de 10 por cento do potencial estimado em 40 mil milhões de dólares que a...

França quer punir delito de “ecocídio”

Proposta apoiada pelo governo prevê pena de até dez anos de prisão e multa de até 4,5 milhões de euros para quem causar danos...

Burkina Faso: Jihadistas impedem o voto de 300 mil eleitores

As eleições presidenciais e legislativas no Burkina Faso tiveram lugar num contexto de ameaças de grupos radicais islâmicos. Não houve registo de violência na...

Obras do novo Aeroporto Internacional de Luanda retomadas em Janeiro de 2021 e sem financiamento adicional, garante ministro dos Transportes

As obras do novo aeroporto internacional de Luanda vão ser retomadas no princípio de 2021 e serão concluídas no prazo de dois anos, garantiu...

Sonangol e Endiama serão parcialmente privatizadas até 2022

O Governo vai dispersar em bolsa uma parte das empresas petrolífera e diamantífera Sonangol e Endiama em 2021 ou no início de 2022, disse...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.