InicioAngolaPrimeiro-ministro de Cabo Verde chega quarta-feira a Luanda

Primeiro-ministro de Cabo Verde chega quarta-feira a Luanda

(D.R)
(D.R)

O primeiro-ministro da República de Cabo Verde, José Maria Neves, chega quarta-feira a Luanda, para uma visita oficial a Angola, destinada ao reforço das relações bilaterais de cooperação entre os dois países.

Segundo uma nota de imprensa do Ministério das Relações, a que a Angop teve hoje, domingo, acesso, à sua chegada o primeiro-ministro da República de Cabo Verde, José Maria Neves, será recebido no aeroporto internacional “4 de Fevereiro”, em Luanda, pelo ministro das Relações Exteriores, Georges Rebelo Pinto Chikoti.

De acordo com o documento, a visita oficial do primeiro-ministro caboverdiano, que vai decorrer de quarta-feira a quinta-feira, prevê um encontro com o Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

A nota acrescenta que está ainda previsto o início das conversações oficiais, a ter lugar na Sala de reuniões do Conselho de Ministros, na Cidade Alta, entre as delegações de Angola e Cabo Verde, para tratar de questões inerentes aos Acordos de Facilitação de Vistos, de Reconhecimento Recíproco das Cartas de Condução, para evitar a dupla tributação e evasão fiscal, e sobre a Protecção de Investimentos, bem como de Fitossanitário.

O documento lembra que as relações bilaterais entre Angola e Cabo Verde estabeleceram-se antes da independência de ambos países, embora tenham sido formalizadas juridicamente apenas a 30 de Agosto de 1997, com a assinatura do Acordo Geral de Cooperação, na cidade da Praia.

Antes da assinatura do Acordo Geral de Cooperação, no quadro das relações privilegiadas entre os dois países, foi institucionalizada a Comissão Mista Bilateral Angola – Cabo Verde, que realizou a sua sétima sessão, em Luanda, de 2 a 5 de Dezembro de 2008.

Fruto da solidariedade cimentada durante a luta de resistência anti-colonial e da consolidação das independências nacionais, as relações entre o Executivo angolano e o Governo cabo-verdiano caracterizam-se “excelentes”, face ao grande interesse que tem sido demonstrado pelas autoridades de ambos os países em incrementar a cooperação económica em diversos sectores de actividade, na expectativa desse desiderato trazer benefícios recíprocos.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.