- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Muzongué da Tradição domingo no Centro Kilamba com Bangão, Tony do Fumo...

Muzongué da Tradição domingo no Centro Kilamba com Bangão, Tony do Fumo Filho e Clara Monteiro

Os músicos Bangão, Tony do Fumo Filho e Clara Monteiro são os convidados para a edição de Junho do programa Muzongué da Tradição, a ter lugar neste domingo (8) no Centro Cultural e Recreativo Kilamba, em Luanda.

CLara Monteiro  (Foto: Joaquina Bento)
CLara Monteiro (Foto: Joaquina Bento)

(Foto: António Escrivão)
(Foto: António Escrivão)

Tony do Fumo filho (Foto: Lino Guimarães)
Tony do Fumo filho (Foto: Lino Guimarães)

A informação foi avançada hoje, segunda-feira, à Angop, pelo responsável do espaço, Estêvão Costa, que adiantou tratar-se de um programa onde também se fará juntar a uma amostra de trajes típicos da Ilha de Luanda (Bessangana).

Para além dos artistas convidados, de acordo com a fonte, o programa servirá também para uma homenagem a Prado Paím.

“A intenção é juntar num só programa música, dança e uma amostra das vestimentas típicas de zona da capital angolana, pelo seu valor no mosaico cultural angolano”, reforçou.

Relativamente a homenagem a Prado Paím, Estêvão Costa realçou que  se pretende levar o público a reviver alguns dos bons momentos com uma das glorias da música angolana, no âmbito do projecto de resgate e divulgação do cancioneiro angolano.

“É um artista com uma história no mercado nacional, portanto, nada melhor do que proporcionar aos seus fãs e ao público em geral alguns momentos ao som a ao ritmo das suas músicas”, frisou.

Artista homenageado

Prado Paim, com 69 anos, foi o primeiro músico angolano a conquistar um disco de ouro, em 1974, marcando o momento mais alto da sua carreira, com a venda de 15 mil cópias, seguido por Alberto Teta Lando, com sete mil e Carlos Lamartine, quatro mil.

Prado Paim lançou o seu primeiro disco em 1974, pela gravadora Valentim de Carvalho, com o suporte musical dos Merengues.

Consta do seu reportório alguns temas como “Juliana”, “Kusambela Nzambi”, “Engrácia”, “Nzenza” e “Bartolomeu”

Historial dos artistas convidados

Bangão

Com 35 anos de carreira, Bangão, como é conhecido no mundo artístico, é um dos músicos mais referenciados do mercado nacional, fruto dos seus dois últimos discos “Sembele” e “Cuidado”.

Exímio executante do estilo semba, que no suporte textual das suas canções apresenta narrativas autênticas de ocorrências do quotidiano angolano, Bangão pisou pela primeira vez um palco a 18 de Outubro de 1978, como elemento do grupo os Gingas Kakulo Kalunga.

Na sua carreira artística, passou pelo agrupamento “Tradição”, em 1974, que integrava, entre outros, Alaito (tumbas) e André Lua (voz).

Em 1996, venceu o prémio Liceu Vieira Dias, com o tema “Kibuikila” (Peste), acompanhado pela Banda Movimento. Em plena ascensão da carreira Bangão é convidado, em 1999, a fazer parte da Banda Movimento, sempre como vocalista.

No mesmo ano, ganhou a primeira edição do concurso Semba de Ouro, com a canção “Kangila” (pássaro agoirento) e afirmou-se como cantor e compositor de inequívocos créditos firmados.

O ano 2003 consagrou Bangão como um dos maiores intérpretes da música popular angolana. Neste ano, no Top Rádio Luanda, ganha os prémios da música do ano, com o tema “Fofucho”, voz masculina do ano e é reconhecido com o prémio preservação pela sua incessante defesa da música popular angolana.

Em 2005 venceu o Top dos Mais Queridos, da Rádio Nacional de Angola (RNA).

Nascido a 27 de Setembro de 1962, no bairro Brás, no actual distrito urbano do Sambizanga, em Luanda, Bangão já participou em espectáculos realizados em Portugal, Argentina, Namíbia e Brasil, onde dividiu o palco com o cantor brasileiro Gilberto Gil.

Clara Monteiro

Clara Monteiro, também artista plástica, viveu com intensa e rara musicalidade o período musical pós-independência.

Natural de Luanda, com um talento, intuição e propensão para as artes, em 1980 Clara Monteiro conhece os cantores Carlos Burity, Santocas, Filipe Mukenga, Waldemar Bastos, Tonito e Juventino, o último percussionista do célebre agrupamento “Kiezos”, figuras que, de forma interessada e sensível, iam acompanhando o progresso da cantora e compositora.

Convidada pela Direcção da União Nacional dos Trabalhadores de Angola(UNTA), com o apoio do baixista Mogue, Clara Monteiro integra então a orquestra 1º de Maio, dispensando, de forma autorizada, os serviços que prestava na então Secretaria de Estado da Cultura de Angola.

É neste período que a vida musical de Clara Monteiro começa a trilhar contornos mais sólidos, construindo uma carreira com concertos mais frequentes no país e no estrangeiro, dividindo o palco com artistas de renome internacional como o camaronês Manu Dibango, o cabo-verd  Iano  Paulino Vieira e os cubanos Pablo Milanês e Sara Gonzales.

Clara Monteiro é uma figura inscrita na história da Música Popular Angolana, um caso de resistência pela arte no feminino e personalidade preocupada em transformar as questões de índole social e telúrica.

Tony do Fumo Filho

Jovem artista que tem dado cartas no music hall nacional interpretando temas do falecido pai (Tony do Fumo).

Ao longo das suas aparições públicas, o jovem tem pautado pela interpretação de temas como “A barona”, “Gingololo”, “Rumba Kalunga”, “Malamba”, “Lamento de Mingo”, “Kamba Kamba”, entre outros.

Centro Cultural e Recreativo Kilamba

Reinaugurado em Dezembro de 2001 pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, depois de longos anos voltado ao abandono, o Kilamba se tem dedicado nos últimos anos à promoção e a valorização da música angolana dos anos 1950, 60 e 70.

Na sua grelha de programação constam o Muzongué da Tradição, um programa que começou em Fevereiro de 2007 e visa a promoção, divulgação e valorização da música angolana produzida nos anos 60, 70 e 80, “Farrar ao Antigamente” e “Show à Sexta-Feira”. (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

MPLA prepara celebrações do 64º aniversário

O Secretariado do Bureau Político do MPLA analisou, ontem, a directiva e a circular sobre as comemorações do 64º aniversário da fundação do MPLA,...
- Publicidade -

Libolo ataca Girabola com jovens e veteranos

O Recreativo do Libolo, quatro vezes campeão do Girabola, vai disputar o próximo Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, que deve arrancar a...

Portugal: Escritor angolano Fernando Carlos recebe distinção

O angolano Fernando Adão Carlos foi distinguido com o conto infantil inédito “A bicicleta Avó-Mãe”, há uma semana, na categoria Lusofonia 2020, do concurso...

Eleições nos EUA: Presidente chinês parabeniza Joe Biden

O Presidente chinês, Xi Jinping, parabenizou, nesta quarta-feira, o Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, expressando esperança num espírito de cooperação entre os dois...

Notícias relacionadas

MPLA prepara celebrações do 64º aniversário

O Secretariado do Bureau Político do MPLA analisou, ontem, a directiva e a circular sobre as comemorações do 64º aniversário da fundação do MPLA,...

Libolo ataca Girabola com jovens e veteranos

O Recreativo do Libolo, quatro vezes campeão do Girabola, vai disputar o próximo Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, que deve arrancar a...

Portugal: Escritor angolano Fernando Carlos recebe distinção

O angolano Fernando Adão Carlos foi distinguido com o conto infantil inédito “A bicicleta Avó-Mãe”, há uma semana, na categoria Lusofonia 2020, do concurso...

Eleições nos EUA: Presidente chinês parabeniza Joe Biden

O Presidente chinês, Xi Jinping, parabenizou, nesta quarta-feira, o Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, expressando esperança num espírito de cooperação entre os dois...

João Lourenço envia mensagem ao homólogo são-tomense

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, entregou, na terça-feira, uma mensagem do Presidente João Lourenço ao Chefe de Estado são-tomense, Evaristo Carvalho, no...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.