- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia BNA vendeu mais dólares

BNA vendeu mais dólares

 

(D.R)
(D.R)

O BNA anunciou ter vendido na semana passada 500 milhões de dólares ao sistema bancário, a uma taxa de câmbio média de 97,903 kwanzas, contra transacções de 450 milhões a uma taxa de 97,898 na semana anterior.

A informação sobre as transacções monetário-cambiais, publicada no sítio do BNA na Internet, revela que o banco central fez uma colocação de títulos de 5,5 mil milhões de kwanzas para gestão da conta corrente do Tesouro Nacional. Nessa colocação, 3,7 mil milhões de kwanzas eram Bilhetes do Tesouro (BT) e 1,8 mil milhões Obrigações do Tesouro (OT), cem milhões foi passada em leilão de preço, em moeda nacional sem indexação. A taxa de juro média para essa emissão foi de 7,00 por cento ao ano para a maturidade de dois anos, registando-se variação de 0,34 por cento, face à semana precedente. Foram igualmente emitidas OT com variação cambial, no montante de 1,7 mil milhões, nas maturidades de dois e três anos, a taxas de juro de 7,00 e 7,25 por cento ao ano. A taxa de juro média apurada para os BT foi de 4,73 por cento ao ano para a maturidade 364 dias, registando-se variação de 0,03 por cento, face ao leilão anterior. Para a regulação da liquidez, o BNA realizou no mercado monetário operações de mercado aberto (OMA), para absorver 25,3 mil milhões de kwanzas de liquidez, na maturidade de 63 dias. No mercado interbancário os bancos realizaram entre si cedências de liquidez overnight, sem garantia de títulos, avaliadas em 285,9 mil milhões de kwanzas, volume inferior em cerca 28,41 por cento ao da semana anterior, de 399,4 mil milhões. A LUIBOR overnight (um dia) apurada no último dia da semana foi de 2,96 por cento ao ano, sem variação pela segunda semana consecutiva, mas, para as maturidades de 30, 90, 180, 270 e 360 dias situou-se em 6,78, 7,33, 7,93, 8,70 e 9,60 por cento ao ano, registando variações de -0,02 e 0,06 por cento em todas as maturidades, face à semana anterior. (jornaldeangola.sapo.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

ANPG cedeu blocos petrolíferos da Bacia do Namibe

A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG) anunciou, hoje, ter concluído a negociação directa (uma das modalidades contratuais de atribuição de poços)...
- Publicidade -

Adriano Nuvunga: “A descentralização está adiada em Mocambique”

A descentralização em Moçambique é um fator de desenvolvimento e coesão da unidade nacional, apesar de alguns aspetos que impedem a sua aplicação efetiva,...

Parceria entre Ministérios e Huawei promove o desenvolvimento de talentos TIC em Angola

A Huawei, em parceria com o Ministério do Ensino Superior, Ciência e ciência tecnologias de inovação e o Ministério das Telecomunicações Tecnologias de Informação...

São Tomé e Príncipe: Grupo de cidadãos questiona projeto de lei eleitoral

Em São Tomé e Príncipe, continua o debate em torno do projeto de alteração da lei eleitoral proposto pela coligação MDFM-PCD-UDD, que impõe que...

Notícias relacionadas

ANPG cedeu blocos petrolíferos da Bacia do Namibe

A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG) anunciou, hoje, ter concluído a negociação directa (uma das modalidades contratuais de atribuição de poços)...

Adriano Nuvunga: “A descentralização está adiada em Mocambique”

A descentralização em Moçambique é um fator de desenvolvimento e coesão da unidade nacional, apesar de alguns aspetos que impedem a sua aplicação efetiva,...

Parceria entre Ministérios e Huawei promove o desenvolvimento de talentos TIC em Angola

A Huawei, em parceria com o Ministério do Ensino Superior, Ciência e ciência tecnologias de inovação e o Ministério das Telecomunicações Tecnologias de Informação...

São Tomé e Príncipe: Grupo de cidadãos questiona projeto de lei eleitoral

Em São Tomé e Príncipe, continua o debate em torno do projeto de alteração da lei eleitoral proposto pela coligação MDFM-PCD-UDD, que impõe que...

Polícia usa a força contra motoristas que exigiam melhores condições em Nampula

A Polícia de Moçambique usou a força para travar uma manifestação pacífica de camionistas de Nampula, que exigiam melhores condições laborais. “Em Nampula estão 19...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.