- Publicidade-
InicioMundo LusófonoPortugalImpostos: Aumento do IVA tapa 'buraco' e ainda sobram 10 milhões

Impostos: Aumento do IVA tapa ‘buraco’ e ainda sobram 10 milhões

(DR)
(DR)

O Tribunal Constitucional chumbou as iniciativas do Governo no que aos cortes salariais, redução de pensões de sobrevivência e cortes nos subsídios de desemprego e doença diz respeito. Esta decisão abriu um buraco de 750 milhões de euros no Orçamento do Estado. Mas o Governo já sabe como recuperar esse valor: aumentar o IVA para 25%, escreve o Jornal de Notícias.
Economia

Atualmente, a taxa máxima do IVA situa-se nos 23,25%, mas pode estar para breve um aumento de dois pontos percentuais. Isto porque o chumbo do Tribunal Constitucional a três normas do Orçamento do Estado abriu um buraco na ordem dos 750 milhões de euros. Buraco esse que um aumento do IVA pode tapar.

Segundo o Jornal de Notícias, este aumento já estava previsto no Documento de Estratégia Orçamental, pois o Executivo já tinha preparado o plano B para o caso de os juízes do Palácio Ratton não deixarem passar os cortes nos salários e nos subsídios de desemprego e doença e a redução das pensões.

Dito e feito. O Constitucional chumbou e o mais certo é a taxa máxima do IVA subir para os 25%. De acordo com o que escreve hoje o Jornal de Notícias, por cada 0,5 pontos percentuais de aumento o Estado vai arrecadar 190 milhões de euros. Fazendo as contas, se o aumento for de dois pontos percentuais, os cofres públicos vão arrecadar 760 milhões – ainda vão sobrar 10 milhões para qualquer eventualidade.

Mas subir o IVA não é a única opção. Para contornar o revés provocado pelo Constitucional, o Executivo liderado por Passos Coelho pode ainda optar por uma subida da sobretaxa do IRS ou até mesmo manter a sobretaxa para salários acima dos 1500 euros. (noticiasaominuto.com)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.