InicioAngolaRegiõesCenso 2014/Lunda Sul: Campanha termina com 253 bairros recenseados em Saurimo

Censo 2014/Lunda Sul: Campanha termina com 253 bairros recenseados em Saurimo

Saurimo – O município de Saurimo recenseou 253 bairros, aldeias e fazendas durante a realização do Recenseamento Geral da População e Habitação que terminou sábado.

Cartaz sonre o Censo populacional (Foto: Tarcísio Vilela)
Cartaz sonre o Censo populacional (Foto: Tarcísio Vilela)

Falando no acto de encerramento da campanha, o supervisor técnico municipal, Alfredo Lumbo, afirmou que o município de Saurimo durante o processo censitário contou com mil e 23 três agentes de campo.

Destes, 821 foram recenseadores, 202, supervisores, 40 assistentes técnico locais, três assistentes técnicos comunais, um assistente técnico municipal, oito membros de grupo técnico, 97 equipas técnicas e 25 motoristas.

Segundo ele, foram mobilizadas 32 viaturas, sendo oito dos Serviços Provinciais do INE e 24 do governo provincial.

Presente na ocasião em representação da governadora provincial, Cândida Narciso, o vice-governador João Baptista Manassas destacou a alegria reinante entre os supervisores e recenseadores que assistiam o acto e agradeceu o seu empenho e dedicação.

O vice-governador, que considerou o processo em Saurimo um sucesso, disse ter constatado este sentimento também no município do Muconda, onde sexta-feira encerrou a campanha censitária local, e no de Cacolo, onde esteve na manhã de sábado com igual propósito.

Para João Baptista Manassas, o processo censitário em Saurimo foi um sucesso. “Brevemente os dados recolhidos vão permitir saber quantos somos, onde estamos e como vivemos” frisou.

Lembrando que os resultados definitivos serão anunciados dentro de três meses, o vice-governador assegurou que a partir desta altura o Governo vai traçar estratégias para levar o bem-estar da população.

Numa mensagem lida em nome dos agentes envolvidos, Adelino Mateia disse que o Censo 2014 servirá de leme para uma boa gestão do processo de mudanças que está acontecer no país.

“Estamos convictos que este processo fornecerá instrumentos de análise aperfeiçoados para uma melhor avaliação de políticas, planos e programas de desenvolvimento e para o delinear mais seguro das estratégias futuras que conduzirão aos objectivos pretendidos”, acrescentou.

Segundo o Adelino Mateia, a garantia dos dados do Censo dependeu, em grande parte do trabalho realizado pelos recenseadores e supervisores.

“Reconhecemos que foi uma árdua tarefa, mas que desempenhamos com zelo, dedicação e espirito de sacrifício, pois mesmo cansados e exaustos era visível o entusiasmo com que realizavamos esta tarefa e podemos dizer o processo decorreu bem e sem sobressaltos”. (portalangop.co.ao)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.