Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Crise no Golfo Pérsico

(EURONEWS)
(EURONEWS)

É a crise no seio do Conselho de Cooperação do Golfo. Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Barém chamaram os respetivos embaixadores no Qatar.

Os três membros do Conselho acusam Doha de apoiar ativamente os movimentos islamitas, nomeadamente a Irmandade Muçulmana, o que consideram uma ingerência nos assuntos internos dos diferentes países.

Criado em 1981, o Conselho de Cooperação do Golfo reúne seis petromonarquias da região – Barém, Kuwait, Omã, Qatar, Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos (que reúnem sete emirados: Dubai, mas também Abu Dhabi, Sharjah, Ajman, Umm al-Quwain, Ras al-Khaimah e Fujairah) – decididas a fazer frente à república islâmica do Irão.

“Neste dossiê onde as tensões não datam de ontem, a condenação, há dois dias, aqui, no Dubai, a sete anos de prisão do cidadão catari Ahmoud Abdel Rahmane al-Jidah, por um tribunal dos Emirados Árabes Unidos, não veio ajudar em nada. Esta fratura entre Doha e os vizinhos do Golfo pode bem marcar o princípio do fim da aliança das nações pró-ocidentais que tinha visto a luz do dia nos anos 80”, explica o correspondente da euronews no Dubai, François Chignac.

De Doha, chegam as explicações de Maha Barada, a correspondente da euronews no Qatar: “A resposta oficial aqui, em Doha, foi a ‘surpresa’. Em comunicado, o Qatar vez saber que não vai chamar os seus embaixadores, acrescentando que continua empenhado na ‘segurança e na estabilidade’ do Conselho de Cooperação do Golfo. Todos os olhos estão agora postos no Kuwait, igualmente membro do Conselho, de onde se espera a reação do jovem emir”. (euronews.com)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »