InicioEconomiaAngola InvestePrograma "Angola Investe" abre novas oportunidades ao sector produtivo

Programa “Angola Investe” abre novas oportunidades ao sector produtivo

Novas oportunidade se abrem para as micro, pequenas e médias empresas, fundamentalmente, as que apostam em sectores de actividade produtiva, considerou hoje (domingo) o economista Manuel Lourenço.

Sector produtivo entre as apostas do "Angola Investe" (Foto: Joaquina Bento)
Sector produtivo entre as apostas do “Angola Investe” (Foto: Joaquina Bento)

Segundo Manuel Lourenço, que falava à Angop sobre os resultados esse programa que prevê um montante máximo de financiamento, para micro empresas, na ordem dos 20 milhões de kwanzas, a implementação do “Angola Investe” deve ser acompanhado da formação dos empresários.

Destaco a componente formação, prosseguiu, por ser a chave na implementação com o sucesso desejado desse projecto, cujas taxas de juro calculadas em função da avaliação do banco chega, ao máximo, a cinco porcento.

Entre os sectores prioritários do programa destacou o da agricultura, pecuária e pescas, serviços de apoio ao sector produtivo, indústrias transformadoras, energia e minas.

De acordo com o regulamento do programa Angola Investe, as micro-empresas podem receber um financiamento de até 20 milhões de kwanzas, as pequenas até 150 milhões de kwanzas e as médias até 500 milhões de kwanzas. (portalangop.co.ao)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Com todo respeito, agente luta desde Março de 2013 para submeter um projecto de fazenda Agropecuária mas, depois de quase um ano não conseguimos. É muito difícil trabalhar quando os que detêm o poder económico não nos ajudam. Aquí nas províncias não está fácil.

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.