InicioEconomiaAngola InvesteAngola Investe concede cerca de 60 biliões de kwanzas em menos de...

Angola Investe concede cerca de 60 biliões de kwanzas em menos de dois anos

Samora Kitumba-Administrador do INAPEM (Foto: Rosário Santos)
Samora Kitumba-Administrador do INAPEM (Foto: Rosário Santos)

Um total de 600 milhões de dólares (cerca de 60 biliões de Kwanzas) foram concedidos até ao momento a empresários, no quadro do programa do Executivo ?Angola Investe?, que visa apoiar as Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPME) nacionais.

O valor foi cedido pelos bancos comerciais envolvidos no programa e destinou-se ao financiamento de 204 projectos empresariais aprovados, neste âmbito, ao longo de quase 18 meses, informou o administrador do INAPEM, Samora Kitumba.

De acordo com o administrador para a área de Estudos, Planeamento e Finanças do Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), o montante corresponde ao financiamento de empresas e ou projectos de várias dimensões e diversos sectores.

O responsável augura que este ano o programa (lançado em finais de 2012) venha a financiar cerca de 500 projectos, a julgar pela sua solidez, operacionalidade dos bancos e o elevado nível de informação que os empresários já acumulam sobre o “Angola Investe” e suas complexidades.

Com a criação do Programa Angola Investe, o Executivo pretende apoiar as Micro, Pequenas e Médias Empresas, vocacionadas a investimentos em sectores de actividade produtiva, com prioridades para a Agricultura, Pecuária, Pescas, Materiais de Construção, serviços de apoio ao sector Produtivo, Indústrias Transformadoras, Energia e Minas.

O montante máximo de financiamento variam em função da dimensão e especificidade dos projectos, sendo que para as Micro Empresas estão previstos 20 milhões de kwanzas, para as Pequenas 150 milhões de kwanzas e para as Médias 500 milhões de kwanzas. As taxas de juro são calculadas em função da avaliação do banco, mas no máximo é de 5%.

O prazo de reembolso é de sete anos no máximo, com carência de pagamento de capital de seis meses. O pedido de financiamento deste projecto, que consiste essencialmente na facilitação do acesso ao crédito às MPME, é apresentado num banco comercial acompanhado por um Estudo de Viabilidade detalhado. (portalangop.co.ao)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.