Portal de Angola
Informação ao minuto

MPLA e Internacional Socialista abordam instabilidade em África

Vice-presidente do MPLA (à dir.), Roberto de Almeida, recebe em audiência secretário-geral da Internacional Socialista, Luís Ayala (Foto: Lucas Neto)

A instabilidade política e militar reinante em alguns países africanos foi analisada nesta terça-feira, em Luanda, durante um encontro entre uma delegação do MPLA e o secretário-geral da Internacionalista Socialista (IS), Luis Ayala, de nacionalidade chilena.

Vice-presidente do MPLA (à dir.), Roberto de Almeida, recebe em audiência secretário-geral da Internacional Socialista, Luís Ayala (Foto: Lucas Neto)
Vice-presidente do MPLA (à dir.), Roberto de Almeida, recebe em audiência secretário-geral da Internacional Socialista, Luís Ayala (Foto: Lucas Neto)

“Fizemos uma avaliação dos conflitos actuais em África, sobretudo o papel que a IS tem desempenhado em busca de soluções para os vários problemas no continente, como foi o caso do Mali, do Egipto, do Níger e a situação nos Grandes Lagos”, disse o vice-presidente do MPLA, Roberto de Almeida, em declarações à imprensa no final do encontro.

Segundo o dirigente do partido no poder em Angola, o papel que a IS tem desempenhado prende-se com a aproximação das partes em conflito mediante a promoção de negociações, de maneira a persuadir os contendores a privilegiarem as soluções pacíficas.

Acrescentou que Angola, na qualidade de membro da organização, também tem dado a sua contribuição neste sentido, dai a vinda ao país do secretário-geral da IS, para trocar impressões e conhecer as perspectivas de trabalho da organização para 2014.

Roberto de Almeida notou que a IS, uma organização mundial formada por mais de 100 partidos políticos, fundada em 1951, tem vindo a desenvolver uma actividade muito útil em prol da harmonia e pacificação no mundo.

A agenda do secretário-geral da IS, que chegou hoje a Luanda para uma visita de dois dias a Angola, inscreve um encontro com a presidente da Comissão de Relações Exteriores e Comunidades Angolanas no Exterior da Assembleia Nacional, Exalgina Gamboa.

Luis Ayala deverá ainda deslocar-se ao Comité Provincial de Luanda do MPLA, onde irá inteirar-se desta estrutura partidária, que controla mais de um milhão de militantes. (portalangop.co.ao)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »