Amnistia Internacional lança campanha pela libertação do angolano Nito Alves

Amnistia Internacional (DR)
Amnistia Internacional (DR)

A Amnistia Internacional lançou uma campanha mundial para a libertação do jovem angolano de 17 anos Manuel Chivonde Nito Alves, detido a 12 de Setembro por usar t-shirts com palavras contra o presidente José Eduardo dos Santos.

Aquela organização desafiou os seus membros e cidadãos de todo o mundo a escreverem às autoridades de Luanda a pedir a libertação de Nito Alves.

Marishe Castro, da Amnistia Internacional, disse à Voz da América acreditar que a pressão internacional irá obrigar as autoridades de Angola a libertar Nito Alves.

“Os nossos membros espalhados pelo mundo vão contactar os seus governos para que apresentem o caso através das suas embaixadas em Angola directamente ao Governo”, explica Castro.

Caso essa pressão internacional não surtir efeitos, a Amnistia Internacional admite recorrer às Nações Unidas, nomeadamente junto do Grupo de Trabalho sobre Detenções Arbitrárias.

Manuel Chivonde Nito Alves foi preso a 12 de Setembro de 2013, no município de Viana, em Luanda, por mandar imprimir t-shirts com slogans contra o presidente  angolano que iam ser usadas por um grupo de jovens denominado Movimento Revolucionário Angolano MRA numa manifestação prevista para 19 de Setembro. (voaportugues.com)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »