- Publicidade-
InicioAngolaRegiõesUíge: Universidades Técnica de Dresden e Kimpa Vita recomendam reforço da cooperação...

Uíge: Universidades Técnica de Dresden e Kimpa Vita recomendam reforço da cooperação em investigação

Universidade Kimpa Vita (Foto: D.R.)
Universidade Kimpa Vita (Foto: D.R.)

Os participantes na conferência sobre os resultados de trabalhos de investigação cientifica das Universidades TÉcnica de Dresden (Alemanha) e Kimpa Vita recomendaram hoje, quarta-feira, na cidade do Uíge, a necessidade de reforço de mecanismos de cooperação entre as duas instituições de ensino superior, com vista a melhorar cada vez mais as condições de investigação.

Os conferencistas recomendaram ainda o fomento de investigação cientifica, a fim de se explorar a biodiversidade da 7ª região académica, assim como a formação de estudantes como futuros gestores de Jardim Botânico do Uige e a criação de condições para que mais angolanos sejam inseridos nesse projecto com vista a sua sustentabilidade.

Durante a conferência, que decorreu no anfiteatro do Campus Universitário Kimpa Vita no Uige, sede da sétima região académica, foram apresentados temas como “o balanço dos trabalhos de biodiversidade, botânica, etnobotânica, entomologia na Sétima Região académica”, “Tese de mestrado sobre o planeamento paisagístico do jardim botânico do Uige”, “o estudo pedagógico do campus universitário do Uige” e outros.

Foram igualmente apresentados pelas duas instituições o projecto de investigação de insectos produtores de larvas comestíveis, os resultados dos estudos das libélulas colectadas na sétima região académica, assim como o plano director da cidade académica.

Convidada a encerrar o certeme, a directora nacional para Formação Avançada e Investigação Cientifica do Ensino Superior, Inês Massuquinini, disse que vai contribuir para que mais pessoas se aperfeiçoem no capitulo de investigação cientifica.

Para a responsável, o país precisa de mais resultados de investigação cientifica, de mais inovações com base na investigação cientifica e maior cooperação entre os sectores de maior dinâmica na sociedade.

“A constituição de equipas de investigação cientifica enquanto povo e nação dependerá dos esforços que fizermos na área de ciência e de conhecimento, assim como da nossa capacidade em produzirmos os resultados de investigação cientifica para o valor acrescido da economia e da sociedade”, advertiu.

Defendeu ainda a necessidade de cooperação ente o mundo académico e o tecido empresarial de modos a explorar cada vez mais o valor comercial das investigações cientificas, apresentando que as contribuições recolhidas na conferencia serão de mais valia para o melhoramento do ensino.

Os resultados dos trabalhos de investigação cientifica apresentados com a participação de mais de 170 individualidades, entre estudantes, académicos e outros, é fruto de uma pesquisa que contou com a participação direita de docentes da Universidade Dresden.

Dados dos mesmos resultados da investigação cientifica no domínio da botânica dão conta que em 2011 foram conhecidas 159 espécies e descobertas, em 2012, 138 outras, das quais 55 são consideradas novas na região de Angola e cinco espécies totalmente novas na área desse ramo.

A universidade Técnica de Dresden é a maior universidade da Saxónia e é considerada uma das mais antigas e renomadas universidades técnicas da Alemanha, muito forte no domínio da pesquisa cientifica.  (portalangop.co.ao/edição de Portal de Angola)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.