Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Nhârea comemora 48 anos desde que foi elevado a categoria de município

(Angop)
(Angop)

Nhârea – O município de Nhârea, província do Bié, completou a “15 de Agosto” 48 anos desde que passou à categoria de cidade.

Em 1965, Nharêa é elevada a categoria de conselho Administrativo, e a sua sede, a categoria de Vila, através da Reforma Administrativa Ultramarina do então regime colonial.
Reza a história que os primeiros europeus a estabelecerem-se no território foram os comerciantes holandeses em meados do século XIX, na altura, Nharêa já era uma povoação comercial pertencente ao posto Administrativo do Andulo.
Os primeiros portugueses que se interessaram com Nhârea, ao chegarem neste território instalaram-se na embala Kandembe, em 1893. O primeiro contingente aumentou com a chegada dos portugueses Garcia, Zeferino, Madureira que fundaram o primeiro Posto Administrativo, actual comuna da Gamba.
Para assinalar a data as autoridades administrativas locais lançaram um vasto programa compreendendo diversas actividades políticas, culturais e desportivas, sob o signo do progresso e optimismo.
 Aquela parcela do território de Angola que ascendeu em 15 de Agosto de 1965, a categoria de município, foi durante a guerra, devido à sua localização, palco de vários confrontos armados.
A situação levou à paralisação de muitos projectos que tinham em vista o seu desenvolvimento social, económico, e cultural, mas com o alcance da paz definitiva em Abril de 2002, o Executivo delineou programas para que Nhârea resgate o potencial agro-pecuário, no âmbito regional e nacional.
Após a conquista da paz definitiva houve dificuldades na reinstalação da administração municipal, devido à falta de infra-estruturas e ao mau estado em que se encontrava a via que liga a sede da vila ao Andulo e ao Kuito.
As autoridades administrativas continuam a recuperar e a projectar infra-estruturas sociais e económicas que visam melhorar a qualidade de vida das populações, através de vários programas de desenvolvimento instituídos pelo executivo, sobretudo os de desenvolvimento rural e de combate à pobreza.
Este programa governamental, segundo declarações à ANGOP da administradora municipal de Nhâreia, Maria Lucia Chicapa, deu origem ao surgimento de vários empreendimentos sociais, administrativos e económicos que, desde 2002 garantem maior qualidade de vida às populações.
Os níveis de desenvolvimento nos mais variados aspectos, frisou Maria Chicapa, são bem visíveis, essencialmente, no sector da educação onde foram construídas e estão a ser erguidos diversos estabelecimentos de ensino.
No sector da Saúde foram construídas também diversos postos de saúde e recuperadas outras unidades sanitárias, entre o hospital municipal que recebe nesta altura obras para ampliação dos serviços de consultas externas, assim como da casa mortuária.
A vida dos munícipes referiu a administradora tende a melhorar de forma considerável, tendo em conta as acções em curso que têm a colaboração de agentes económicos e da população em geral.
Pela primeira vez desde a independência a estrada que liga o município de Nhârea esta completamente asfaltada, enquadrada no programa do executivo de reabilitação de infra-estruturas rodoviárias nacionais, para facilitar a circulação de pessoas e bens.
Foram igualmente construídas três novas pontes de betão armado sobre os rios Cunene, Cunhinga e Nduluma respectivamente, enquanto que as obras de 200 fogos habitacionais e ampliação da secção de consultas externas do hospital municipal decorrem em bom ritmo.
A admnistradora de Nharêa disse   ainda que está em curso a construção de um posto de saúde e uma escola com quatro salas de aulas na localidade de Chimuco, comuna de Kaieie, um mercado rural e seis residências para técnicos na Comuna da Gamba, bem como uma nova casa mortuária com seis gavetas completamente reabilitada.
Nesta data festiva serão entregues as comunidades, um centro cultural para a juventude, com um campo multiuso, biblioteca, cyber-café, esplanada e uma sala de espectáculos. (portalangola.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »