- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Destaques Cultura Belmiro Carlos "Belos Rumos"

Belmiro Carlos “Belos Rumos”

Belmiro Carlos (DR)
Belmiro Carlos (DR)

“Belos Rumos” – Belmiro Carlos (Nito) tal como alguns guitarristas angolanos inicia-se nas lides musicais executando um instrumento de percussão – as congas ou tambores – num grupo do bairro Marçal, nas tradicionais “turmas”, denominado “Os Morenos”. Integravam-no meia dúzia de “imberbes”, como ele próprio diria. É na intensidade do convívio com a nossa música que descobre a apetência para outro instrumento: a guitarra! A guitarra atraía-o sobremaneira e na sua meteórica passagem pelo Bossa 70 com a ajuda do solista Benvindo (Índio), irmão do Brando dos Kiezos, começa a exercitar os primeiros acordes. Foi entretanto sob o olhar criterioso de um familiar, de nome, Adolfo (o irmão cassula do lendário guitarrista Duia), que recebe e aprofunda os seus conhecimentos do novo instrumento. E a magia acontece. Alguns meses depois vemo-lo ocupar o lugar cimeiro no grupo “África Ritmos”, se entendermos que lugar cimeiro era na tipologia musical da altura assumido pelo guitarra solo. Os seus voluptuosos acordes despertariam as atenções, tendo a crítica reconhecido que o seu talento não se podia confinar ao grupo do Bairro Operário. José Massano Júnior far-lhe-ia um tentador convite e o menino do Marçal passa a integrar o lote de vedetas do grupo “África Show”. A partir daí assistimos a uma verdadeira explosão de criatividade que daria origem a instrumentais como “Noite de Harmonia”; “Inspiração de Nito”; “kazucuta para Jofre” e outros sabores rítmicos que punham em delírio os indefetíveis do “África Show”.

01 – Mirábilis
02 – Beautiful

03 – Tónicos de Semba
04 – Cocktail
05 – Doce Melancolia
06 – Luanda
07 – Choros Melódicos

08 – Artefactos em Sustenidos
09 – Silêncio Sepulcral
belmirocarlosnovosrumos2
Nito, detentor de uma invulgar capacidade de arranjador e de uma irreprensível execução, assente em acordes especiais, envoltos em malhas rítmicas muito peculiares, fora do alcance dos plagiadores, foi o principal timoneiro dessa histórica acção do Kisanguela.Seis long plays e um indefinido numero de inéditos registados na CT1 da Rádio Nacional de Angola deixou para a história o renomado Agrupamento musical, e nessas obras, Nito afirma-se como um estilista arrasador, autor de uma forma refinada e metamorfoseada de extrair sons à guitarra.Ao retornar às lides, depois de uma longa ausência (mais de 30 anos) por razões profissionais, Nito faz a sua reentré com um álbum a solo, onde para a nossa surpresa, deixa transparecer um grande espírito de jovialidade e clarividência artística, próprios dos grandes mestres.Com “novos rumos”, Nito retorna à ribalta, como um refinado construtor de melodias, marcando presença num palco onde os protagonistas são hoje outros. Por isso este albem tem um sabor especial. Tem subjacente o espírito de missão que caracteriza os grandes homens. As novas gerações sobre ele se debruçarão certamente. O álbum em questão representa como ele próprio diz em breves palavras o “um modesto contributo ao resgate” do que são as nossas raízes, sem perder de vista a visão universalista que completa a nossa vivência enquanto seres deste mundo.
- Publicidade -
- Publicidade -

Com aval do BP e BCE: Eurobic tem mais 12 interessados na compra

O banco português de capitais angolanos está a ser cobiçado e mais 12 candidatos posicionam-se depois do negócio não avançar com os espanhóis da...
- Publicidade -

Papam tudo, a música que mexe com tudo que é mau em Angola

Ao tempo em que saíu o single, o autor Jorge Monteiro, foi objecto de alguma curiosidade, a ponto de alguns programas da Rádio Nacional...

Governo brasileiro diz que vermífugo reduz carga viral do Coronavírus

O governo federal afirmou segunda-feira ter comprovado que o vermífugo nitazoxanida reduz a carga viral de pacientes infectados com o novo coronavírus. O anúncio...

Camilo Ceita esperava por “algum respeito e consideração”

Antigo director do INE soube da sua substituição pelas redes sociais, durante a tarde da última sexta-feira. Num ‘mail’ de despedida e agradecimento aos...

Notícias relacionadas

Com aval do BP e BCE: Eurobic tem mais 12 interessados na compra

O banco português de capitais angolanos está a ser cobiçado e mais 12 candidatos posicionam-se depois do negócio não avançar com os espanhóis da...

Papam tudo, a música que mexe com tudo que é mau em Angola

Ao tempo em que saíu o single, o autor Jorge Monteiro, foi objecto de alguma curiosidade, a ponto de alguns programas da Rádio Nacional...

Governo brasileiro diz que vermífugo reduz carga viral do Coronavírus

O governo federal afirmou segunda-feira ter comprovado que o vermífugo nitazoxanida reduz a carga viral de pacientes infectados com o novo coronavírus. O anúncio...

Camilo Ceita esperava por “algum respeito e consideração”

Antigo director do INE soube da sua substituição pelas redes sociais, durante a tarde da última sexta-feira. Num ‘mail’ de despedida e agradecimento aos...

Gilberto Viríssimo: “Angola não está integrada em nenhum dos projectos de estradas regionais por culpa própria”

À frente da Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), desde 31 de Agosto, o angolano Gilberto Veríssimo, diz, em entrevista...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.