- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Político conservador grego condenado a prisão perpétua por desvio de 17 milhões...

Político conservador grego condenado a prisão perpétua por desvio de 17 milhões de euros

753839Tribunal considerou que Vassilis Papageorgopoulos fazia parte de um esquema que desfalcou a Segurança Social enquanto esteve à frente do município de Salónica, o segundo maior do país.

Um tribunal grego condenou o antigo presidente da Câmara de Salónica a uma pena de prisão perpétua, pelo crime de peculato. Vassilis Papageorgopoulos, que presidiu à segunda maior autarquia da Grécia entre 1999 e 2010, foi considerado culpado do desvio de 17 milhões de euros do erário público, sensivelmente metade do orçamento disponível para obras no município.

Além do autarca, foram também condenados à mesma pena o antigo secretário-geral do município, Mihalis Lemousias, e o tesoureiro, Panagiotis Saxonis, acusados dos crimes de falsificação e branqueamento de capitais. Dois directores financeiros municipais receberam penas de 10 e 15 anos, naquele que foi o primeiro grande caso de corrupção política desde o início da crise financeira na Grécia – 17 arguidos responderam pelo desvio de verbas do município num valor estimado de 52 milhões de euros.

Papageorgopoulos, um membro do partido Nova Democracia do primeiro-ministro Antonis Samaras, foi “considerado culpado de cumplicidade directa no desfalque” do dinheiro público, disse uma fonte judicial à Reuters. O ex-autarca – um antigo corredor de alta competição e dentista, conhecido como o “Médico Voador” – foi implicado pelos outros arguidos, mas declarou a sua inocência durante o julgamento. “Não tenho nada a ver com este caso. Algumas pessoas vão morrer de culpa por isto”, declarou, depois de conhecida a sentença. Ler mais

(publico.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

RDC: Félix Tshisekedi defende “união sagrada” após tensões pró-Kabila

Nem dissolução do Parlamento, nem renúncia do governo. No final de uma semana tensa com seus aliados da Frente Comum para o Congo, Félix Tshisekedi...
- Publicidade -

Activista Paulo de Morais constituído arguido no caso “vestidos de noiva”

O facto acontece na sequência da queixa-crime por difamação apresentada em Portugal por Bornito de Sousa, vice-presidente de Angola, e a sua filha Naulila...

Deputados das 1ª e 9ª comissões votam a favor da suspensão de mandato e retirada de imunidades a Manuel Rebelais

Os deputados das 1º e 9ª comissões especializadas da Assembleia Nacional aprovaram hoje, sexta-feira, 23, por unanimidade, o relatório parecer que suspende o mandato...

A segunda parte do Lourencismo

Hoje sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens activistas...

Notícias relacionadas

RDC: Félix Tshisekedi defende “união sagrada” após tensões pró-Kabila

Nem dissolução do Parlamento, nem renúncia do governo. No final de uma semana tensa com seus aliados da Frente Comum para o Congo, Félix Tshisekedi...

Activista Paulo de Morais constituído arguido no caso “vestidos de noiva”

O facto acontece na sequência da queixa-crime por difamação apresentada em Portugal por Bornito de Sousa, vice-presidente de Angola, e a sua filha Naulila...

Deputados das 1ª e 9ª comissões votam a favor da suspensão de mandato e retirada de imunidades a Manuel Rebelais

Os deputados das 1º e 9ª comissões especializadas da Assembleia Nacional aprovaram hoje, sexta-feira, 23, por unanimidade, o relatório parecer que suspende o mandato...

A segunda parte do Lourencismo

Hoje sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens activistas...

Escassez de combustível em Mbanza Kongo atribuída ao contrabando

Mbanza Kongo - Munícipes de Mbanza Kongo, província do Zaire, afirmaram nesta sexta-feira que as constantes rupturas de combustíveis que se assiste na cidade...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.