- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola CGSILA compromete-se com trabalhadores angolanos para melhoria das condições de vida

CGSILA compromete-se com trabalhadores angolanos para melhoria das condições de vida

filesA Central Geral de Sindicatos Independentes e Livres de Angola compromete-se com os trabalhadores angolanos e os valores da pessoa humana, no sentido de lhes serem garantidas as melhores condições de vida, afirmou hoje, terça-feira, em Luanda, o seu porta-voz, David Miqueno.

David Miqueno fez a afirmação durante uma conferência de imprensa realizada pela CGSILA, para traçar estratégias de solução de alguns problemas que os trabalhadores angolanos vivem.

No encontro, a fonte apelou aos seus filiados para se manterem serenos e prontos a participarem nas próximas lutas e outros recursos disponíveis, no plano interno e externo, em observância à legislação nacional e normas Internacionais da Organização Internacional do Trabalhador (OIT).

“Lembramos ainda que o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, no seu discurso de investidura, reconhece o papel preponderante da iniciativa privada e organização sindical, assim como orienta a realização do trabalho em parceria com os sindicatos, onde se inclui a CGSILA, parceira do Estado e membro do Conselho de Concertação Social”, acrescenta a fonte.

A Central Geral de Sindicatos Independentes e Livres de Angola foi constituída a 08 de Junho de 1996, tendo de seguida adquirido, em Agosto do mesmo ano, a personalidade jurídica pelo Ministério da Justiça.

(portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.