- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Cabo Verde Recandidatura de José Maria Neves à liderança do PAICV é a única...

Recandidatura de José Maria Neves à liderança do PAICV é a única entregue

ng1446320O mandatário da candidatura de José Maria Neves à liderança do PAICV entregou hoje o respetivo dossiê ao Conselho Nacional de Jurisdição e Fiscalização (CNJF) no último dia do prazo estabelecido para a respetiva formalização.

Citado pela agência Inforpress, o mandatário Rui Semedo, igualmente ministro dos Assuntos Parlamentares cabo-verdiano, indicou que o dossiê, subscrito por mais de 2.600 militantes, responde a todas as exigências impostas pelos estatutos e regulamentos do partido sobre eleições internas.

Os estatutos do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, no poder desde 2001), segundo o mandatário, impõem que as candidaturas à presidência do partido devam ser subscritas por um mínimo de 300 militantes distribuídos por dois terços dos setores.

Com as eleições diretas marcadas para 10 de março, a candidatura de José Maria Neves à sua própria sucessão, prosseguiu, conseguiu apresentar 2.600 assinaturas de militantes de todas as ilhas e da diáspora.

Sexta-feira, numa conferência de imprensa em que anunciou a candidatura, José Maria Neves lembrou que dirige o partido desde 2000 e que tenciona abandonar a liderança do PAICV antes das eleições legislativas de 2016, indicando que, caso saia vencedor, não tenciona também manter-se como primeiro-ministro.

A data limite para a formalização das candidaturas por parte dos militantes interessados em chefiar o PAICV, definida pelo Conselho Nacional de Jurisdição e Fiscalização (CNJF) do partido, termina hoje às 18:00 locais (19:00 em Lisboa).

Segundo o presidente da CNJF, Lívio Lopes, até agora, ninguém além de José Maria Neves se apresentou como candidato.

O Conselho, explicou, tem 48 horas para analisar os processos e comunicar às candidaturas sobre a sua aceitação ou não. (lusa.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.