- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Moedas facilitam contas na actividade hoteleira

Moedas facilitam contas na actividade hoteleira

angola moedas 2013Operadores do sector de hotelaria e turismo manifestaram ontem, em Luanda, satisfação pelo facto de a nova família de notas e moedas metálicas dar grande destaque aos aspectos culturais de Angola.

O facto ocorreu durante um encontro entre o Banco Nacional de Angola (BNA) e os agentes hoteleiros que operam na capital do país com o objectivo de apresentar a nova família de moedas metálicas e notas do kwanza, bem como esclarecer as razões que levaram à substituição das actuais cédulas.

O representante do Hotel Trópico, Paulo Santos, afirmou  ao Jornal de Angola que a atitude do Banco Nacional de Angola demonstra a preocupação das autoridades angolanas em preservar a cultura e os recursos naturais do país.
Paulo Santos manifestou preocupação quanto à permanência das moedas metálicas no mercado, já que o Banco Nacional de Angola havia experimentado em outras ocasiões, obtendo pouco sucesso.

Quanto a este aspecto, o vice-governador do Banco Nacional de  Angola, António Lopes, garantiu que “elas vieram para ficar”.
O representante das Organizações Ritz, Francisco Baptista, declarou que, com as novas notas, e em particular as moedas metálicas do kwanza, os trocos estão hoje mais facilitados e as contas mais organizadas. “Tínhamos muita dificuldade em dar trocos aos nossos clientes. Agora, com as moedas, a gestão das contas está mais controlada”, admitiu.

Já no Cunene, o delegado regional do BNA, Joaquim Neto, assegurou em Ondjiva que a entrada em circulação da nova família de moedas metálicas e notas do kwanza não vai trazer inflação ao país.

“Não temos nada que temer por inflação, porque não se trata de reforma tributária, não se está a aumentar a massa monetária em circulação”, disse aquele funcionário do BNA.
“É um processo de substituição progressiva das notas velhas pelas novas com o mesmo valor facial, mantendo o volume da massa monetária em circulação”, acrescentou Joaquim Neto.

Bengo

Habitantes e comerciantes da cidade de Caxito, província do Bengo, consideram que a entrada em circulação de moedas metálicas facilita as transacções comerciais.
Numa ronda efectuada pela Angop, em Caxito, os entrevistados consideraram que o dinheiro de menor valor facial tem grande vantagem no controlo e mobilidade nas vendas e compras porque, antes, a ausência das moedas provocava muitos constrangimentos aos cidadãos na cedência de trocos.
(jornaldeangola.com) *Com Angop

 

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.