- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Corredor do Lobito: Ministro congolês reconhece atraso

Corredor do Lobito: Ministro congolês reconhece atraso

Juntin Muanangongo RDCDurante o encontro ministerial, realizado no Lobito, ficou vincado o avanço de Angola relativamente à Zâmbia e República Democrática do Congo (RDC). Os dois países que, com Angola, integram o chamado Corredor do Lobito, não têm investido no desenvolvimento das suas infraestruturas ferroviárias.

O ministro dos Transportes da República Democrática do Congo, Justin Muanangongo, justificou o atraso com “a escassez de financiamentos para a recuperação da rede ferroviária na dimensão que o ambicioso projecto do Corredor do Lobito impõe”.

Neste particular, na RDC, há a assinalar a incipiente ligação da Sociéte Nationale des Chemins de Fer du Congo (SNCC), embora o governante congolês confesse o seu Executivo está apostado na alocação de verbas para executar o projecto.

Justin Muanangongo promete inverter o quadro a breve trecho, salientando que existe grande interesse em colaborar. “Precisamos encontrar um canal menos oneroso para a saída e entrada de bens no meu país”, frisa o governante.

Em idêntico patamar encontrase a Zâmbia. Um país sem saída para o mar, que encara Angola como uma alternativa economicamente viável para escoar e importar mercadorias. ”É indubitavelmente no Caminho-de-Ferro de Benguela que a Zâmbia encontrará espaço para fazer chegar ao Mundo o nosso cobre”, referiu o titular dos transportes zambiano, Christopher Ilunga.

“Abre-se agora uma nova era para os países da região desenvolverem as suas economias e o Corredor do Lobito assume-se como mola impulsionadora”, asseverou.

Angola investiu até agora cerca de mil milhões de dólares no programa de construção, reabilitação e modernização de infraestruturas dos transportes do Corredor de Desenvolvimento do Lobito, segundo declarou o ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás.

HORTÊNCIO SEBASTIÃO (Novo Jornal)

- Publicidade -
- Publicidade -

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...
- Publicidade -

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Notícias relacionadas

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Guiné-Bissau regista 14 novos casos para total de 2.403

A Guiné-Bissau registou na última semana 14 novos casos positivos para o novo coronavírus, num total de 2.403 infectados, e manteve o número de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.