- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Realizador quer produção que desencoraje a violência

Realizador quer produção que desencoraje a violência

20130219110153filmeO realizador angolano Dorivaldo Fernando afirmou anteontem, em Luanda, ser necessário que os cineastas angolanos apostem mais na promoção e divulgação de filmes com temas que promovam a cultura angolana e o combate à violência na nossa sociedade.
Dorivaldo Fernando referiu ao Jornal de Angola que, em função dos acontecimentos de violência física que se têm registado na sociedade angolana, é urgente que cineastas e demais fazedores de opinião pública se empenhem mais na promoção de temas que possam consolidar a educação moral das pessoas, e despertar no indivíduo o sentido da prática do amor ao próximo.
“Hoje, o comportamento das pessoas está, de certa forma, assente na violência, fruto daquilo que receberam quando ainda eram pequenas e no percurso da adolescência. Quando as pessoas violentam outras, de forma irracional, isso é sinal de que elas tiveram uma infância conturbada, durante a qual não lhes foi ensinada a virtude do amor e das boas maneiras de convivência social”, disse o realizador.
Distinguido com o Prémio de Melhor longa-metragem de ficção nacional na V Edição do Festival Internacional de Cinema de Luanda (FIC- 2012), com o filme “A Crença”, Dorivaldo Fernando afirma que “devemos estar atentos também à prática do consumo excessivo do álcool e drogas, que têm sido elementos estimuladores para a prática da violência e condutas desviantes, sobretudo entre a juventude”.
Ao considerar que a riqueza de uma nação se avalia pelo grau de maturidade académica e espiritual do seu povo, o realizador chama a atenção para o tipo de educação que os adultos devem passar às crianças, no relacionamento com outras pessoas.
Para a prevenção e combate à violência doméstica, e sendo a criança o futuro do amanhã, os adultos devem ajudá-la a seleccionar os filmes que têm sido expostos, tendo em conta o avanço das novas tecnologias de informação e comunicação.
Para o realizador, se a sociedade angolana se precaver agora, educando as crianças e a juventude de acordo o padrão que se pretende, o país pode contar com uma sociedade sã no futuro, com pouca probabilidade de violência social. (jornaldeangola.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.