- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Cólera agita ânimos em Nampula

Cólera agita ânimos em Nampula

03144168-D563-45EC-97A3-6EC2654CE57A_w640_r1_s_cx0_cy2_cw0Em Nampula, a polícia está a intensificar os contactos com a população de modo a conter os ânimos daqueles que estão a protagonizar actos de vandalismo contra secretários de bairros e grupos dinamizadores da Frelimo na sequência da onda crescente de desinformação sobre um surto de cólera.

As autoridades de saúde ao nível local, ainda não confirmaram oficialmente o número de pessoas afectadas pela cólera, mas a VOA sabe que um pouco por toda a cidade de Nampula, há pessoas a morrerem na sequência de diarreias e vómitos associados, o que leva a crer que se trata daquela doença.

A onda de desinformação sobre a origem da cólera em Nampula começou no passado dia 8 de Fevereiro corrente, quando populares da unidade comunal Palmeiras em Namicopo decidiram espancar e destruir residências dos secretários locais, alegando que aqueles estavam a propagar a doença. Cinco dias depois, ainda em Namicopo, foram registados novos incidentes, desta feita na unidade comunal de Saua-Saua. Já no último fim-de-semana, foi a vez de Namutequeliua.

Com as mesmas acusações, as populações espancaram secretários, destruíram seus bens, entre televisores e congeladores. Ao todo a polícia deteve, até agora, cerca de 17 indivíduos em conexão com o caso nas três zonas de Nampula.

O porta-voz da polícia diz que as campanhas em curso policia/comunidades visam evitar que a situação atinja um nível alarmante nos próximos dias. Segundo Inácio Dina, durante as campanhas, a polícia faz-se deslocar com o pessoal médico que tem a missão de explicar sobre a origem da cólera bem como a divulgação das medidas preventivas.

Recorde-se que no passado, devido as desinformação sobre a origem da cólera, foram mortos vários activistas da Cruz Vermelha afectos ao projecto de água e saneamento e agentes da polícia, principalmente em Mogincual e Angoche em Nampula, distritos propensos à eclosão da doença das mãos sujas. Eles eram acusados de estar a distribuir cólera nas comunidades. Em Nampula, ainda não há registos de mortes resultantes das agressões das populações. (voaportugues.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...
- Publicidade -

RDC: batalha entre Kabila e Tshisekedi pelo controle do Tribunal Constitucional

Félix Tshisekedi e seu antecessor Joseph Kabila têm travado uma batalha feroz pelo controle do Tribunal Constitucional há várias semanas. Na véspera da posse dos...

Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

O dinamarquês condenado por torturar e matar uma jornalista sueca no seu submarino privado fugiu esta terça-feira da prisão, onde cumpre prisão perpétua, mas...

Conselheiro de segurança de Trump no Brasil para acordo comercial e campanha anti-China

Delegação americana quer passar mensagem de que o alinhamento do Brasil e da China pode compensar o mal-estar com Pequim. Chefe de uma delegação americana...

Notícias relacionadas

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...

RDC: batalha entre Kabila e Tshisekedi pelo controle do Tribunal Constitucional

Félix Tshisekedi e seu antecessor Joseph Kabila têm travado uma batalha feroz pelo controle do Tribunal Constitucional há várias semanas. Na véspera da posse dos...

Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

O dinamarquês condenado por torturar e matar uma jornalista sueca no seu submarino privado fugiu esta terça-feira da prisão, onde cumpre prisão perpétua, mas...

Conselheiro de segurança de Trump no Brasil para acordo comercial e campanha anti-China

Delegação americana quer passar mensagem de que o alinhamento do Brasil e da China pode compensar o mal-estar com Pequim. Chefe de uma delegação americana...

EUA: Afluência às urnas favorece até agora Joe Biden

A duas semanas das eleições presidenciais e legislativas americanas uma coisa é certa: A afluência às urnas deverá este ano ser um recorde. Fazendo uso...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.