- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Governo da Guiné-Bissau acredita que com regresso do FMI outros doadores retomarão...

Governo da Guiné-Bissau acredita que com regresso do FMI outros doadores retomarão a cooperação

IMF Greece Financial CrisisO ministro das Finanças do Governo de transição da Guiné-Bissau, Abubacar Dahaba, disse hoje acreditar que com a retoma das atividades do Fundo Monetário Internacional (FMI) os outros doadores internacionais irão regressar ao país.

O governante guineense falava aos jornalistas à saída de uma audiência que o chefe da missão do FMI na Guiné-Bissau, Maurice Villaverde, acabava de manter com o primeiro-ministro de transição, Rui de Barros.

“O Governo de transição está empenhado em fazer voltar ao país as instituições financeiras internacionais, foi o caso do Banco Mundial, agora é o FMI que, como ele disse e bem, já voltou completamente a retomar as suas atividades no país”, disse Dahaba, aludindo a Maurice Villaverde.

Por seu turno, o responsável do FMI sublinhou que a sua instituição se sente satisfeita por retomar as atividades na Guiné-Bissau, interrompidas com o golpe de Estado de abril passado, tal como fez a maioria da comunidade internacional.

“Estamos satisfeitos por voltar a Bissau para o restabelecimento do diálogo com as autoridades do país, esta foi uma missão exploratória com o objetivo de entender melhor como foi o desenvolvimento económico no ano passado, as perspetivas para 2013, os planos económicos do Governo”, observou Villaverde.

O responsável do FMI diz ter aproveitado as consultas em Bissau para analisar e dar opinião sobre a proposta do Orçamento Geral do Estado de 2013 e ainda discutir as propostas de agenda das atividades de assistência particularmente na área tributária e das reformas das Finanças Publicas.

“Vamos manter um diálogo constante. Na próxima semana, temos previsto uma reunião com o ministro das Finanças em Washington e em abril a missão vai voltar para prosseguir o diálogo”, afirmou Villaverde.

Para o ministro das Finanças guineense, a retoma das atividades do FMI no país por si só vai permitir o regresso de outras instituições internacionais pelo que, assinalou, o Governo vai continuar a sensibilizar os parceiros.

“É que a Guiné-Bissau sozinha, dificilmente, pode conseguir os seus objetivos de desenvolvimento. Precisamos dos apoios da comunidade internacional”, notou Abubacar Dahaba. (lusa.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.