- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Cabo Verde Maior partido da oposição em Cabo Verde adia eleições diretas para junho

Maior partido da oposição em Cabo Verde adia eleições diretas para junho

96704403O Movimento para a Democracia (MpD, oposição em Cabo Verde) adiou de maio para junho as eleições diretas para a nova liderança e a convenção para julho, disse hoje fonte partidária.

Numa conferência de imprensa destinada a dar conta dos resultados da reunião da Direção Nacional do MpD, a deputada Joana Rosa não especificou as razões do adiamento, sublinhando que a convenção será também uma oportunidade para uma “grande homenagem” a Carlos Veiga, que assumiu já o abandono da liderança.

Questionada sobre se já há candidatos à sucessão de Carlos Veiga, a membro da Comissão Nacional do MpD indicou que não, devendo os concorrentes apresentarem-se entre 30 a 40 dias antes da votação, cuja data precisa deverá ser marcada nesta ou na próxima semana pela comissão política, que marcará também o dia da convenção.

Até lá, terão de ficar definidos os 250 delegados residentes no arquipélago e os 45 oriundos da diáspora que participarão na 10.ª Convenção.

A Direção Nacional do MpD, acrescentou Joana Rosa, prolongou até abril o recenseamento eleitoral do partido já em curso e aprovou o Relatório de Atividades e Contas de 2012 e o Plano de Atividades e Orçamento para 2013.

Segundo a responsável, a convenção servirá também para uma “grande homenagem” a Carlos Veiga, como “reconhecimento” pela “dedicação e entrega à causa da democracia” em Cabo Verde.

Carlos Veiga, que confirmou no sábado que deixará a liderança do partido, foi primeiro-ministro de Cabo Verde entre 1991 e 2000, tendo, em 2001, sido candidato derrotado nas eleições presidenciais.

Na ocasião, deixou a liderança do MpD, à qual voltou em outubro de 2009, cerca de ano e meio antes das legislativas de fevereiro de 2011, em que também saiu derrotado.

Na reunião da Direção Nacional, acrescentou Joana Rosa, o MpD considerou que a atual situação política e económica de Cabo Verde é “muito preocupante”, devido às “más políticas” do Governo de José Maria Neves, contribuindo para o “aumento do desemprego” e para a “degradação do nível de vida” dos cabo-verdianos.

“A Direção Nacional do MpD entende que a crise que o país atravessa é o reflexo do fraco crescimento da economia cabo-verdiana e do aumento exponencial da dívida interna, que ameaça o acordo cambial celebrado com o Governo português nos anos 1990, e da contração da dívida externa para investimentos que não foram capazes de criar mais emprego e tirar as famílias do sufoco em que se encontram”, sublinhou.

As eleições diretas e a convenção do MpD vão acontecer depois de idênticas iniciativas do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), no poder desde 2001.

O PAICV, liderado também por José Maria Neves, vai realizar as eleições diretas já a 10 de março, enquanto o Congresso decorrerá entre 26 e 28 de abril. (lusa.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Desaparecimento de Sindika Dokolo: as artes africanas perdem o seu “arauto”

Patrono, colecionador, activista, o empresário se consolidou em trinta anos como um suporte essencial para a criação no continente. O artista camaronês Omraam Tatcheda nunca...
- Publicidade -

Os milhões e os negócios suspeitos de Sindika e Isabel dos Santos em Portugal

Sindika Dokolo e a mulher Isabel dos Santos são visados em, pelo menos, oito processos crime. Os negócios de diamantes, a compra de imóveis...

Dueto de Bonga com a marroquina Camélia Jordana, em Kudia Kuetu bate recordes de audiência em França (Vídeo)

Vejam o videoclip mais abaixo e tirem as ilações. O produtor musical Betinho Feijó mostra mais uma vez a sua competência técnica e artística...

Um tributo ao Bangão: Chilola de Almeida anima o live no kubico este domingo

O músico e compositor angolano Chilola de Almeida vai animar o live no kubico de domingo da TPA. No show que será feito em memória...

Notícias relacionadas

Desaparecimento de Sindika Dokolo: as artes africanas perdem o seu “arauto”

Patrono, colecionador, activista, o empresário se consolidou em trinta anos como um suporte essencial para a criação no continente. O artista camaronês Omraam Tatcheda nunca...

Os milhões e os negócios suspeitos de Sindika e Isabel dos Santos em Portugal

Sindika Dokolo e a mulher Isabel dos Santos são visados em, pelo menos, oito processos crime. Os negócios de diamantes, a compra de imóveis...

Dueto de Bonga com a marroquina Camélia Jordana, em Kudia Kuetu bate recordes de audiência em França (Vídeo)

Vejam o videoclip mais abaixo e tirem as ilações. O produtor musical Betinho Feijó mostra mais uma vez a sua competência técnica e artística...

Um tributo ao Bangão: Chilola de Almeida anima o live no kubico este domingo

O músico e compositor angolano Chilola de Almeida vai animar o live no kubico de domingo da TPA. No show que será feito em memória...

Morte de Sindika Dokolo: João Lourenço apresenta condolências a JES

O Presidente da República, João Lourenço, apresentou, nesta sexta-feira, 29, condolências ao ex-presidente José Eduardo dos Santos pelo falecimento de Sindika Dokolo. O coleccionador de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.