- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Cinfotec incentiva a capacitação técnica

Cinfotec incentiva a capacitação técnica

Gilberto Figueira CinfotecO director-adjunto do Centro Integrado de Formação Tec­nológica (CINFOTEC), Gil­berto Figueira, apelou às em­presas angolanas a apostarem na formação técnica dos seus trabalhadores, para melhorar os níveis de produção.

O responsável, que fala­va à imprensa à margem do workshop sobre “as necessi­dades de formação nas em­presas”, numa parceria entre Atec – Academia de Forma­ção e Siemens Angola, disse que a qualificação técnica dos trabalhadores joga um papel preponderante no alcance das metas da organização.

De acordo com o responsá­vel, o Cinfotec está disposto a comparticipar na melhoria das habilidades dos técnicos angolanos nos mais variados sectores da indústria través de uma formação sólida.

Segundo avançou, o evento foi organizado com o objecti­vo de apresentar às empresas públicas e privadas o reforço das potencialidades do cen­tro em matéria de formação técnica de quadros angolanos nas áreas de tecnologias de in­formação, mecânica, electrici­dade, mecatrónica, telecomu­nicações e metrologia.

Além destes cursos, foram agregados igualmente os de electricidade e mecatrónica, que vão ser leccionados com apoio da Atec e outros parceiros no sector de formação técnica.

Gilberto Figueira sublinhou igualmente que a parceria vai permitir fazer a formação contínua dos formadores e di­namizar a capacitação perma­nente dos formadores.

Cursos

Actualmente, o Cinfotec, lec­ciona um total de 17 cursos, desde petróleo e gás, trans­portes, indústria transfor­madora e mineração. Atende igualmente às necessidades de formação de quadros na indústria alimentar, indústria de bebidas, instrumentação, automação e de hidráulica.

Em termos de formação, o centro conta ainda com os cursos de soldadura, ma­nutenção industrial, electri­cidade predial, comandos eléctricos, manutenção de geradores, formações básicas e avançadas, higiene e segu­rança no trabalho.

Com vista a responder às necessidades do país, o centro vai investir na área de “pneumática” que re­sulta da automação, eletró­nica e electricidade, cujo interesse aumenta face ao crescimento económico que o país tem vindo a registar nos últimos anos.

Há quatro anos no merca­do, o Centro Integrado de Formação Tecnológica já formou 4.620 técnicos nos diferentes sectores que vão desde manutenção indus­trial, informática, manuten­ção de geradores e electrici­dade predial, dentre outros.

Além de técnicos médios, a empresa recebe igualmen­te estudantes universitários e singulares.

Laboratórios

De acordo com o administra­dor, o centro conta com 22 la­boratórios e seis oficinas, que permitem os formandos con­ciliar a teoria à prática, nas mais diversas áreas do saber.

Entre os principais parcei­ros do Cinfotec, constam as empresas públicas e priva­das. Além daquelas, o centro é um parceiro da Faculdade de Engenharia da Univer­sidade Agostinho Neto. Se­gundo Gilberto Figueira, está em vista a assinatura de um convénio com as uni­versidades Óscar Ribas e a Mandume Ndemufayo, no domínio de capacitação téc­nica dos recém-licenciados nas mais diversas áreas do ramo da engenharia.

Para descentralizar a for­mação de quadros a nível nacional, o centro tem vindo a ministrar os cursos nas pro­víncias de Cabinda, Benguela e Lundas Norte e Sul.

Para este ano, a instituição espera chegar às províncias de Malanje, Huambo e Hu­íla, face ao crescimento in­dustrial que se regista nes­tas regiões do interior.

CENFOTECO Cinfotec tem uma capaci­dade instalada de 900 alunos por período do dia, entre ma­nhã, tarde e noite, este último implementado recentemente.

Por seu turno, o director na­cional para o desenvolvimen­to tecnológico do Ministério da Ciência e Tecnologia, Ga­briel Luís Miguel, sublinhou que a obtenção da excelência na empresa passa pela capaci­tação técnica dos quadros.

Gabriel Miguel advogou a aproximação entre as empre­sas e os centros de formação para melhor responder aos desafios do mercado.

Segundo avançou, a formação técnica consta das prioridades face aos níveis de crescimento económico que o país alcançou.

Metas para 2013

Para este ano, a instituição tem ainda como desafios propor a criação do “prémio mérito tecnológico”, implementação de inquéritos semestrais e anuais para avaliação do im­pacto da formação dos cursos realizados pelos particulares e pelas empresas no centro.

O Cinfotec prevê ainda consolidar a componente do empreendedorismo nos cursos de qualificação, in­troduzir o curso da língua inglesa (inglês técnico), no menu de cursos do centro e a realização de um encontro nacional sobre a formação profissional no domínio das tecnologias.

O centro é um empreen­dimento criado para o de­senvolvimento do país, com foco na formação profissio­nal técnica. ANDRÉ SIBI (Jornal de Economia & Finanças)

 

 

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

9 COMENTÁRIOS

  1. Gostaria fazer este cursos próximo ano em fevereiro durante um mês será que e possível? sou trabalhador age de 41 anos de idade angolano ,estou no bairro :Benfica,no município de Bela com numero de telefone 928684906.

  2. Muito bom dia.Gostaria de saber um pouco sobre o funcionamento deste centro,porque pretendo me inscrever no curso de eletricida e automação industrial e também quais os requisitos para poder se inscrever.
    Agradeceria bastante se me derem uma resposta ainda hoje.

  3. Sou MIguel Morais Carlos Pretendo fazer alguns curso neste centro de formação cinfotec,gostaria de saber se depois da formação há uma oportunidade de haver um emprego?

  4. Bom dia caríssimos.
    Envio esta mensagem a fim de saber como posso me inscrever no curso de Automação Industrial e quais os outros cursos disponíveis, tempo de formação e horário em Luanda-Angola.

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.