- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Miguel Macedo esclarece que não houve alteração à lei do policiamento desportivo

Miguel Macedo esclarece que não houve alteração à lei do policiamento desportivo

imagem-imagem-pn0220120306-okO ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, esclareceu hoje que não houve nenhuma alteração na lei do policiamento desportivo, mas sublinhou que os que causam desordens em competições têm de ser responsabilizados.

Miguel Macedo, que falava aos jornalistas à margem da inauguração do quartel de bombeiros de Favaios, não se quis pronunciar em concreto sobre os confrontos que verificaram no sábado, em Braga, entre adeptos do Leixões e a polícia.

Estes confrontos provocaram um novo debate sobre a lei do policiamento desportivo, que possibilita que quem organiza a competição possa requerer ou não a presença de elementos policiais.

O ministro fez questão de clarificar que não houve nenhuma alteração à lei e afirmou ainda que não vê “razão para fazer alterações em relação a uma situação que já existe há muitos anos”. Ler mais

(ionline.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

PGR diz que não existe mandado de detenção contra o antigo primeiro-ministro guineense

O Procurador geral da República, Fernando Gomes, disse que o ministério público não emitiu ainda nenhum mandado de detenção contra o antigo primeiro-ministro, Aristides...
- Publicidade -

José Carlos Delgado eleito Provedor de Justiça de Cabo Verde

O antigo presidente do Tribunal de Contas, José Carlos Delgado, foi confirmado pelo Parlamento, como o novo Provedor de Justiça de Cabo Verde. Parlamento aprovou...

A economia moçambicana cresce mas não cria poupança, alertam especialistas

Pouco mais de 36 por cento da população moçambicana adulta tem conta bancária. Moçambique assinala o Dia Internacional da Poupança, amanhã, 31, com o reconhecimento...

Ministério da Família preocupado com assédio moral e sexual

O Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU) apontou haver preconceito de género, assédio moral e sexual nas instituições de defesa...

Notícias relacionadas

PGR diz que não existe mandado de detenção contra o antigo primeiro-ministro guineense

O Procurador geral da República, Fernando Gomes, disse que o ministério público não emitiu ainda nenhum mandado de detenção contra o antigo primeiro-ministro, Aristides...

José Carlos Delgado eleito Provedor de Justiça de Cabo Verde

O antigo presidente do Tribunal de Contas, José Carlos Delgado, foi confirmado pelo Parlamento, como o novo Provedor de Justiça de Cabo Verde. Parlamento aprovou...

A economia moçambicana cresce mas não cria poupança, alertam especialistas

Pouco mais de 36 por cento da população moçambicana adulta tem conta bancária. Moçambique assinala o Dia Internacional da Poupança, amanhã, 31, com o reconhecimento...

Ministério da Família preocupado com assédio moral e sexual

O Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU) apontou haver preconceito de género, assédio moral e sexual nas instituições de defesa...

Medidas sanitárias adiaram projecções da Organização Mundial da Saúde

As medidas sanitárias adoptadas permitiram com que o país adiasse, por três meses, a cifra dos dez mil casos de Covid-19, prevista para Junho,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.