- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Ensino Superior em alta no Uíge

Ensino Superior em alta no Uíge

20130217091316universidadeA Universidade Kimpa Vita, com sede no Uíge, está apostada na expansão de projectos sociais e económicos de forma a contribuir para desenvolvimento sustentável da província e do país em geral, disse o seu reitor numa palestra.
Carlos Diacanamwa, que falava sobre “o ensino superior na região, projectos e metas para sua melhoria”, afirmou que entre estes projectos estão a construção de mini hídricas em nove municípios da Sétima Região Académica, que abrange as províncias do Uíge e do Kwanza-Norte, um jardim botânico, criação de centros de investigação de saúde humanitária e o desenvolvimento de uma fazenda experimental no município de Negage.
O reitor referiu também como desafios a criação de núcleos universitários e escolas superiores técnicas em Maquela do Zombo, Sanza Pombo, Damba e Quitexe, na província do Uíge e no Dondo, Golungo Alto e Camabatela, no Kwanza-Norte.
O reitor salientou a importância de um “modelo pedagógico integrado profissionalizante” para, “fundamentalmente, garantir que os quadros concluam a licenciatura com experiências profissionais adequadas”, que lhes permita “a inserção rápida no mercado de trabalho”.
O modelo, disse, prevê que no primeiro ano o estudante tenha 80 por cento de formação teórica e o restante tempo em aulas práticas e no segundo que a aprendizagem seja dividida em partes iguais entre a teoria e a prática.
No terceiro ano, realçou, a formação deve ser 80 por cento prática e a restante teórica.Carlos Diacanamwa disse estar prevista a construção de um lar devidamente equipado, com capacidade para 94 estudantes, refeitório, salas de estudos e de jogos, cyber café, um recinto multiuso, ginásio, dois campos de basquetebol e um de futebol 11, serviços de abastecimento de água potável a toda comunidade académica e um hospital geral afecto à Universidade.
Outro objectivo, referiu, é tornar inovadores os serviços Universidade para os aproximar da comunidade e facilitar a permanência de quadros na região “de acordo com as especificidades” do Uíge e do Kwanza-Norte.

Carlos Diacanamwa garantiu que o ensino superior na Sétima Região Académica “melhorou significativamente em relação ao ano passado” e que as novas infra-estruturas tem capacidade para entre seis a oito mil estudantes.
Este ano, afirmou, há 1.570 vagas em vários cursos, sobretudo nos de direito, economia, agronomia, enfermagem, contabilidade, informática, análises clínicas e administração pública. A Universidade tem 120 docentes, entre associados, auxiliares, assistentes e assistentes estagiários, 15 dos quais frequentam cursos de mestrados e três de doutoramento.
O reitor afirmou ser “satisfatória a participação na Universidade Kimpa Vita de jovens provenientes dos vários municípios do Uíge, Kwanza-Norte e de Luanda. (jornaldeangola.com)



 

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.