- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Kuando-Kubango encanta cubanos

Kuando-Kubango encanta cubanos

20130214081141kk_enc1A embaixadora cubana acreditada em Luanda, Gisela Garcia Rivera, trabalha desde terça-feira, na cidade de Menongue, Kuando-Kubango, para, junto do Governo Provincial, identificar novas áreas de intervenção, no quadro das relações bilaterais existentes entre Angola e Cuba.
No aeroporto Comandante Kwenha, Gisela Rivera foi recebida pelo governador Higino Carneiro, de quem recebeu informações sobre a situação socioeconómica da província e o contributo que os quadros cubanos que trabalham no Kuando-Kubango têm dado para o desenvolvimento da província.
A diplomata disse que o seu país está disponível para enviar mais quadros para o Kuando-Kubango, para ajudarem a desenvolver a província que viu todas as suas infra-estruturas serem danificadas pela guerra que assolou o país, durante quase três décadas. Trabalham no Kuando-Kubango mais de 230 profissionais cubanos nos sectores da saúde, educação e construção civil, um número que pode vir a aumentar nos próximos tempos.

Governador pede apoio

O governador do Kuando-Kubango agradeceu o desempenho dos trabalhadores cubanos na província, que considerou muito prestimosa, necessária, útil e importante. Higino Carneiro defendeu que esse desempenho precisa evoluir também para outros sectores, como o da energia e águas.

A província já tem elaborado um plano de desenvolvimento estratégico para o período 2013/2017, aprovado pelo Executivo, e espera, para a sua execução, contar com o apoio dos quadros cubanos.
Higino Carneiro frisou que, independentemente dos aspectos que o Governo Provincial vai desenvolver no fornecimento de bens básicos à população, no âmbito do programa de combate à pobreza, a prioridade continua a ser a educação, saúde, formação profissional e desminagem, aspectos determinantes para assegurar o desenvolvimento da região.
“Queremos, nos próximos anos, construir pelo menos quatro mil quilómetros de estradas e pontes a nível da província. No domínio das águas, vamos resolver definitivamente o problema do abastecimento de água potável em todas as comunidades”, assegurou. Ao referir as características da província em termos de densidade populacional, realçou o facto de o Kuando-Kubango ainda ser muito disperso e a necessidade de promover o reassentamento populacional, de maneira a ter as aldeias e as comunidades mais compactas. Isso vai permitir que o Governo preste uma maior atenção nos domínios da água, saúde, educação, habitação, energia e agricultura.
O facto de a província, com cerca de 200 mil quilómetros quadrados, ter terras aráveis, bastante água, paisagens e uma fauna impressionante, foi referido pelo governador, que sublinhou ainda que mais de dois terços dos recursos faunísticos existentes na África Austral estão concentrados no Kuando-Kubango.“Daí que tenhamos abraçado o projecto Okavango/Zambeze (KAZA), que inclui, além de Angola, a Zâmbia, Namíbia, Botswana e Zimbabwe.
Pretendemos que seja um ponto de convergência do maior número de turistas a nível mundial, mas é necessário que criemos condições atractivas, estabilidade de segurança e outras, que permitem a sua concretização sem qualquer sobressalto”, concluiu.
No final da tarde de terça-feira, Gisela Rivera manteve um encontro com os quadros cubanos na província e de seguida reuniu-se com um grupo de antigos estudantes do Kuando-Kubango em Cuba. Ontem, quarta-feira, visitou o memorial que está a ser construído em homenagem aos heróis da batalha do Cuito Cuanavale.

(jornaldeangola.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

PR nomeia Jomo Fortunato ministro da Cultura

Em nota, a Casa Civil refere que antes, noutro decreto, o Presidente da República exonerou Adjany da Silva Freitas Costa, do cargo de ministra...
- Publicidade -

Última Hora: Libertados três jornalistas e um motorista detidos em manifestação no sábado em Luanda

Os três jornalistas e um motorista da Rádio Essencial que foram detidos no sábado, durante uma manifestação, em Luanda, foram libertados hoje à tarde,...

Movimento ameaça voltar às ruas se houver julgamento de manifestantes detidos

Autoridades negam, mas participantes e dirigentes da UNITA insistem que houve uma morte devido à repressão violenta do protesto de sábado em Luanda. Movimento...

UNITA diz que Lei Eleitoral de Angola deve estar alinhada com modelo da SADC

O general na reforma Abílio Kamalata Numa pediu a alteração da Lei Eleitoral de Angola, sugerindo que esteja alinhada com a lei-modelo da Comunidade...

Notícias relacionadas

PR nomeia Jomo Fortunato ministro da Cultura

Em nota, a Casa Civil refere que antes, noutro decreto, o Presidente da República exonerou Adjany da Silva Freitas Costa, do cargo de ministra...

Última Hora: Libertados três jornalistas e um motorista detidos em manifestação no sábado em Luanda

Os três jornalistas e um motorista da Rádio Essencial que foram detidos no sábado, durante uma manifestação, em Luanda, foram libertados hoje à tarde,...

Movimento ameaça voltar às ruas se houver julgamento de manifestantes detidos

Autoridades negam, mas participantes e dirigentes da UNITA insistem que houve uma morte devido à repressão violenta do protesto de sábado em Luanda. Movimento...

UNITA diz que Lei Eleitoral de Angola deve estar alinhada com modelo da SADC

O general na reforma Abílio Kamalata Numa pediu a alteração da Lei Eleitoral de Angola, sugerindo que esteja alinhada com a lei-modelo da Comunidade...

Seis jornalistas detidos na manifestação

O presidente do Sindicato dos Jornalistas de Angola (SJ) lamentou hoje a actuação da polícia durante a manifestação de sábado em Luanda e informou...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.