- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Angola e UNESCO assinam acordo sobre fórum de cultura de paz

Angola e UNESCO assinam acordo sobre fórum de cultura de paz

imagesParis – Angola e a UNESCO assinaram hoje, esta quarta-feira, na sede da UNESCO em Paris, um protocolo de acordo no âmbito da organização do Fórum Panafricano para uma Cultura de Paz que se realiza de 26 a 27 de Março em Luanda.
Foram signatários pela parte angolana, o delegado permanente de Angola junto da UNESCO, Embaixador Sita José, e pela UNESCO, o director-geral-adjunto para as Relações Exteriores e Informação ao Público, Eric Falt.
Este Fórum, organizado conjuntamente pela UNESCO, Governo de Angola em cooperação com a Comissão da União Africana, realiza-se sob o tema “África: fundamentos e recursos para uma Cultura de Paz” e terá a participação dos secretários gerais das Comissões Nacionais da UNESCO.
Participam igualmente na actividade, chefes dos escritórios desta instituição nos países africanos, peritos da União Africana, representantes do sistema das Nações Unidas e outras organizações intergovernamentais, ONG, meios de comunicação social e outras empresas.
O protocolo de acordo sublinha as excelentes relações de cooperação entre o Governo de Angola e a UNESCO, em particular a contribuição para a promoção do desenvolvimento sustentável e o diálogo intercultural através da Educação, Ciência e Cultura, elementos fundamentais da missão da UNESCO.
No documento realça-se a importância do comunicado final da visita da directora-geral da UNESCO a Angola, em Abril de 2012, ao referir-se à necessidade de se desenvolver um programa de autonomização dos jovens através da formação em empreendedorismo e cultura da paz, no quadro de uma cooperação com as organizações sub-regionais africanas, o sistema das Nações Unidas e outros parceiros.
O protocolo de acordo reitera os laços de cooperação existentes nos domínios da educação, ciências, tecnologia, cultura e comunicação social.
Durante o Fórum serão realizadas mesas redondas para discutir temas como “Origens culturais e recursos para uma paz sustentável em África”; “Recursos naturais em jogo: origens de conflitos ou oportunidades para o desenvolvimento sustentável”; “Recursos Humanos para a Paz e Desenvolvimento: o grande desafio para a Juventude Africana”. (portalangop.co.ao)
- Publicidade -
- Publicidade -

Cage One estreia na maior Exposição do Hip Hop do Mundo, Bet Hip hop Awards 2020

O artista da LS, Cage One, vai se estrear na maior exposição do Hip Hip do Mundo, Bet Hip hop Awards 2020,...
- Publicidade -

Cuanza-Sul: Suposto homicida detido no município da Cela

A Polícia Nacional deteve ontem, no município da Cela, um cidadão nacional de 17 anos de idade, por estar implicado no crime de homicídio...

‘Dino’ e ‘Kopelipa’: Generais aguardam por medidas de coacção

Os generais Leopoldino do Nascimento “Dino” e Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa” aguardam pela notificação das medidas de coacção a serem aplicadas pela Procuradoria-Geral...

Sindicato elogia “angolanização” do sector petrolífero

Novo decreto presidencial obriga as empresas do sector petrolífero a preferir mão de obra e serviços angolanos. Sindicato aplaude a iniciativa e espera ver...

Notícias relacionadas

Cage One estreia na maior Exposição do Hip Hop do Mundo, Bet Hip hop Awards 2020

O artista da LS, Cage One, vai se estrear na maior exposição do Hip Hip do Mundo, Bet Hip hop Awards 2020,...

Cuanza-Sul: Suposto homicida detido no município da Cela

A Polícia Nacional deteve ontem, no município da Cela, um cidadão nacional de 17 anos de idade, por estar implicado no crime de homicídio...

‘Dino’ e ‘Kopelipa’: Generais aguardam por medidas de coacção

Os generais Leopoldino do Nascimento “Dino” e Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa” aguardam pela notificação das medidas de coacção a serem aplicadas pela Procuradoria-Geral...

Sindicato elogia “angolanização” do sector petrolífero

Novo decreto presidencial obriga as empresas do sector petrolífero a preferir mão de obra e serviços angolanos. Sindicato aplaude a iniciativa e espera ver...

Moçambicano condenado a 40 anos por violar duas filhas menores

O Tribunal Judicial Provincial da Zambézia condenou a uma pena de 40 anos de prisão um pai de 31 anos por violação de duas...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.