- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Nova via rápida de Luanda entrou em obras

Nova via rápida de Luanda entrou em obras

20130213072009via_zang1A cidade de Luanda vai ter uma segunda via expresso, que parte do Zango, passando pelas imediações do novo aeroporto, no Bom Jesus, Ramiros até à zona de Benfica. A informação foi dada ao Jornal de Angola pelo vice-governador de Luanda, António Resende, que anunciou igualmente a construção de mais uma estrada que vai partir da Corimba, passa pelo Camama e cruza a via expresso Viana-Cabolombo-Cacuaco.
“São mais alternativas para o acesso às centralidades”, acrescentou o vice-governador. O início das obras está previsto para este ano, devendo levar dois a três anos a concluir.
António Resende disse que estão em curso obras de construção e reabilitação nas vias estruturantes, como a via Luanda-Kifangondo, sob responsabilidade do Ministério do Urbanismo e Construção.
O Governo Provincial de Luanda (GPL) é responsável pelas obras que decorrem nas vias secundárias e terciárias, com duração de dois anos, nos diferentes bairros da capital. António Resende informou que as obras nas principais ruas secundárias e terciárias dos municípios permitem criar uma rede viária que dá acesso às vias estruturantes e ao centro da cidade.
“São vários os projectos em curso e em fase de acabamento. Em termos de execução, as obras das vias estruturantes como a de Luanda-Cacuaco, Luanda-Viana, Rua 21 de Janeiro e Samba, estão concluídas a 90 por cento”, referiu o vice-governador.
As obras no Cacuaco ficam concluídas em meados deste ano. Houve um atraso devido ao processo de realojamento das famílias que viviam nas zonas de alargamento da estrada e destinadas à construção das valas de drenagem.

População dificulta trabalho

António Resende disse que a população tem estado a dificultar os trabalhos porque insiste em construir, da noite para o dia, nas zonas reservadas para as obras nas vias, com objectivo de serem indemnizadas pelo Estado.
“Há oportunismo, mas estamos a ver como resolver esta situação através das administrações”, referiu. O Governador Provincial de Luanda está a executar um programa de registo electrónico, com um sistema de segurança máximo, para impedir que quem for realojado não volte para a zona de onde saiu.
O vice-governador da província de Luanda explicou que o registo vai também permitir fazer o controlo e impedir que os moradores das casas distribuídas no âmbito do realojamento arrendem ou vendam as habitações antes de dez anos de ocupação: “Quem não cumprir as regras fica sem a casa”. (jornaldeangola.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...
- Publicidade -

RDC: batalha entre Kabila e Tshisekedi pelo controle do Tribunal Constitucional

Félix Tshisekedi e seu antecessor Joseph Kabila têm travado uma batalha feroz pelo controle do Tribunal Constitucional há várias semanas. Na véspera da posse dos...

Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

O dinamarquês condenado por torturar e matar uma jornalista sueca no seu submarino privado fugiu esta terça-feira da prisão, onde cumpre prisão perpétua, mas...

Conselheiro de segurança de Trump no Brasil para acordo comercial e campanha anti-China

Delegação americana quer passar mensagem de que o alinhamento do Brasil e da China pode compensar o mal-estar com Pequim. Chefe de uma delegação americana...

Notícias relacionadas

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...

RDC: batalha entre Kabila e Tshisekedi pelo controle do Tribunal Constitucional

Félix Tshisekedi e seu antecessor Joseph Kabila têm travado uma batalha feroz pelo controle do Tribunal Constitucional há várias semanas. Na véspera da posse dos...

Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

O dinamarquês condenado por torturar e matar uma jornalista sueca no seu submarino privado fugiu esta terça-feira da prisão, onde cumpre prisão perpétua, mas...

Conselheiro de segurança de Trump no Brasil para acordo comercial e campanha anti-China

Delegação americana quer passar mensagem de que o alinhamento do Brasil e da China pode compensar o mal-estar com Pequim. Chefe de uma delegação americana...

EUA: Afluência às urnas favorece até agora Joe Biden

A duas semanas das eleições presidenciais e legislativas americanas uma coisa é certa: A afluência às urnas deverá este ano ser um recorde. Fazendo uso...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.