- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Responsáveis em silêncio sobre suspensão

Responsáveis em silêncio sobre suspensão

20130212102550silencioOs responsáveis da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola instruíram os seus pastores e fiéis, particularmente as famílias das vítimas da tragédia, ocorrida durante um culto realizado no último dia do ano passado, para não emitirem opiniões sobre a medida do Executivo, que suspende as suas actividades religiosas por um período de 60 dias, durante os quais decorrem investigações criminais.
O pastor Roberto, um dos responsáveis da IURD, disse ao Jornal de Angola que só no fim da suspensão das actividades pode haver uma declaração pública: “estamos a respeitar a decisão das autoridades”.
Num comunicado publicado no site, a Igreja Universal do Reino de Deus afirma que “nos termos da legislação angolana, estamos a tomar as medidas cabíveis para restabelecer o pleno funcionamento da Igreja naquele país, certos de que a liberdade de religião, consagrada pela Declaração Universal dos Direitos Humanos e reiterada expressamente na Constituição da República de Angola, prevalecerá”.
No comunicado, a Igreja Universal do Reino de Deus diz lamentar informações que lhe chegam da detenção de pastores em diversas localidades de Angola e a presença de viaturas policiais junto aos seus templos. O porta-voz do Comando-Geral da Polícia Nacional, Carmo Neto, não confirma a informação e disse que não tem conhecimento de detenções de pastores da IURD nem de presença de viaturas policiais junto aos templos.
No comunicado, a IURD recorda que está legalmente estabelecida em Angola desde 1992, conforme atestam documentos oficiais, onde tem 230 templos, 430 pastores e 500 mil fiéis. O documento refere que os responsáveis da Igreja Universal do Reino de Deus em Angola têm colaborado firmemente com as autoridades locais no esclarecimento das causas do acidente ocorrido em 31 de dezembro de 2012, no Estádio da Cidadela, em Luanda, e prestou o apoio possível aos feridos e aos familiares das vítimas da tragédia que comoveu a sociedade angolana.
No dia 2 de Janeiro deste ano, o Executivo mandou instaurar um inquérito para apurar as causas do incidente ocorrido a 31 de Dezenbro de 2012, no Estadio da Cidadela, em luanda, que resultou na morte de 13 pessoas que participavam numa vigília organizada pela Igreja Universal do Reino de Deus. A Igreja Universal do Reino de Deus tem milhares de fiéis em todo o país.

(jornaldeangola.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

Líbano: Saad Hariri nomeado primeiro-ministro

Após várias consultas parlamentares conduzidas pelo Presidente Michel Aoun, Saad Hariri volta a ser designado primeiro-ministro. O novo chefe do executivo libanês tem como...
- Publicidade -

Director Nacional de Inteligência diz que Rússia e Irão obtiveram dados de eleitores americanos

O Director de Inteligência Nacional dos EUA, John Ratcliffe, revelou nesta quarta-feira, 21, que a Rússia e o Irão têm tentado interferir nas eleições...

Presidente da Gâmbia em Bissau para estreitar relações

O Presidente da Gâmbia encontra-se na Guiné-Bissau por uma vista de algumas horas. Adama Barrow manteve um encontro com o seu homólogo, Umaro Sissoco Embalo...

Guiné-Bissau: PAIGC acusa PGR, PR defende ordem e sociedade civil apela ao diálogo

O PAIGC, o partido maioritário mas na oposição na Guiné-Bissau, considera que a via do diálogo com o Presidente da República vai bem, enquanto...

Notícias relacionadas

Líbano: Saad Hariri nomeado primeiro-ministro

Após várias consultas parlamentares conduzidas pelo Presidente Michel Aoun, Saad Hariri volta a ser designado primeiro-ministro. O novo chefe do executivo libanês tem como...

Director Nacional de Inteligência diz que Rússia e Irão obtiveram dados de eleitores americanos

O Director de Inteligência Nacional dos EUA, John Ratcliffe, revelou nesta quarta-feira, 21, que a Rússia e o Irão têm tentado interferir nas eleições...

Presidente da Gâmbia em Bissau para estreitar relações

O Presidente da Gâmbia encontra-se na Guiné-Bissau por uma vista de algumas horas. Adama Barrow manteve um encontro com o seu homólogo, Umaro Sissoco Embalo...

Guiné-Bissau: PAIGC acusa PGR, PR defende ordem e sociedade civil apela ao diálogo

O PAIGC, o partido maioritário mas na oposição na Guiné-Bissau, considera que a via do diálogo com o Presidente da República vai bem, enquanto...

Huíla prepara “polémica” campanha de atribuição de Bilhete de Identidade

As autoridades judiciais da província angolana da Huíla preparam as condições necessárias para o início da polémica campanha de atribuição do bilhete de identidade...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.