- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Portas defende que Portugal “não se pode queixar” do orçamento comunitário

Portas defende que Portugal “não se pode queixar” do orçamento comunitário

750964Ministro sublinha que Portugal ficou 300 milhões de euros acima do que era considerada uma boa base de negociação.

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, defendeu esta terça-feira que Portugal não se pode queixar da negociação obtida no quadro do próximo orçamento comunitário.

Em audição na Assembleia da República, na comissão parlamentar de Assuntos Europeus, o ministro Paulo Portas sublinhou que, no Quadro Financeiro Plurianual da União Europeia para o período 2014-2020,“Portugal fica com 300 milhões de euros acima da proposta da Comissão Europeia. Isto é um mau resultado?” E, logo de seguida, deu a resposta: “Há uma diferença entre cantar vitória, que seria um erro, ou passarmos a vida a desvalorizar as nossas próprias conquistas porque houve muita gente a ficar pior do que nós.”.

Paulo Portas argumentou que Portugal, no total dos fundos para a agricultura e a coesão, registou uma descida de “apenas 9,7%”, enquanto a média dos países da União Europeia se situou nos 13%, pelo que o país “conseguiu evitar as reduções do orçamento disponível” da melhor forma. Ler mais

(publico.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

RDC: Félix Tshisekedi defende “união sagrada” após tensões pró-Kabila

Nem dissolução do Parlamento, nem renúncia do governo. No final de uma semana tensa com seus aliados da Frente Comum para o Congo, Félix Tshisekedi...
- Publicidade -

Activista Paulo de Morais constituído arguido no caso “vestidos de noiva”

O facto acontece na sequência da queixa-crime por difamação apresentada em Portugal por Bornito de Sousa, vice-presidente de Angola, e a sua filha Naulila...

Deputados das 1ª e 9ª comissões votam a favor da suspensão de mandato e retirada de imunidades a Manuel Rebelais

Os deputados das 1º e 9ª comissões especializadas da Assembleia Nacional aprovaram hoje, sexta-feira, 23, por unanimidade, o relatório parecer que suspende o mandato...

A segunda parte do Lourencismo

Hoje sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens activistas...

Notícias relacionadas

RDC: Félix Tshisekedi defende “união sagrada” após tensões pró-Kabila

Nem dissolução do Parlamento, nem renúncia do governo. No final de uma semana tensa com seus aliados da Frente Comum para o Congo, Félix Tshisekedi...

Activista Paulo de Morais constituído arguido no caso “vestidos de noiva”

O facto acontece na sequência da queixa-crime por difamação apresentada em Portugal por Bornito de Sousa, vice-presidente de Angola, e a sua filha Naulila...

Deputados das 1ª e 9ª comissões votam a favor da suspensão de mandato e retirada de imunidades a Manuel Rebelais

Os deputados das 1º e 9ª comissões especializadas da Assembleia Nacional aprovaram hoje, sexta-feira, 23, por unanimidade, o relatório parecer que suspende o mandato...

A segunda parte do Lourencismo

Hoje sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens activistas...

Escassez de combustível em Mbanza Kongo atribuída ao contrabando

Mbanza Kongo - Munícipes de Mbanza Kongo, província do Zaire, afirmaram nesta sexta-feira que as constantes rupturas de combustíveis que se assiste na cidade...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.