- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Mais que folia, carnaval é oportunidade de profissionalização para paulistanos

Mais que folia, carnaval é oportunidade de profissionalização para paulistanos

AgenciaBrasil11012013MCSP021“Minha escola foi o carnaval”. A declaração do aderecista Luís Carlos dos Santos, 40 anos, da escola de samba paulistana Leandro de Itaquera, do grupo de acesso, exemplifica o que ocorre com muitos trabalhadores envolvidos com a festa: o ofício carnavalesco se aprende fazendo. “Antes era pintor de parede, comecei a costurar no carnaval. A gente aprende com quem já fazia antes”, relatou. O aderecista coordena uma equipe de quatro pessoas que decoram carros alegóricos e fantasias de duas agremiações de São Paulo. “O dinheiro que a gente ganha aqui é melhor”, justifica.

A história de Luís Carlos com a festa começou há 15 anos na Unidos de Santa Bárbara, no Itaim Paulista, na zona leste da capital. Convidado por um amigo, ele começou a trabalhar no barracão da escola do grupo de acesso e, com o tempo, foi conquistando espaço e tornando-se referência no trabalho com adereços. “Depois vim para Leandro, que é minha escola do coração, mas o carnaval é também uma questão profissional. Por isso, a gente trabalha também com a [Acadêmicos do] Tucuruvi, que está no grupo especial”, explicou.

Rodrigo Catete, carnavalesco da Leandro de Itaquera, explica que a profissionalização é uma das principais características do carnaval feito atualmente. “Hoje a maior parte do trabalho é remunerado. A gente não tem mais aquilo que existia antigamente de a comunidade vir, ajudar, são bem poucos”, relata. Ele avalia que isso, apesar de trazer perdas, como o distanciamento com a comunidade, faz parte do “processo de evolução do carnaval”, destaca. Ler mais

(ebc.com.br)

- Publicidade -
- Publicidade -

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...
- Publicidade -

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Notícias relacionadas

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Guiné-Bissau regista 14 novos casos para total de 2.403

A Guiné-Bissau registou na última semana 14 novos casos positivos para o novo coronavírus, num total de 2.403 infectados, e manteve o número de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.