- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Falta de conservação faz deteriorar toneladas de peixe da Lagoa de Ngolome

Falta de conservação faz deteriorar toneladas de peixe da Lagoa de Ngolome

morte-de-peixes-no-itarandi-foto-raimundo-mascarenhas.7Ndalatando – Cerca de 200 toneladas de pescado perdem-se anualmente, na Lagoa do Ngolome, município de Kambambe, Kwanza Norte, causando prejuízos estimados em mais de três milhões de dólares (um dólar equivale a 100 kwanzas), devido a inexistência na região de tecnologias de conservação e de comercialização do produto por parte dos pescadores.

A revelação é do representante em Angola da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), Mamoudou Diallo, que falava durante o lançamento sábado, do projecto de apoio à pesca artesanal continental, com o objectivo de ajudar os pescadores na vulgarização de técnicas pós captura, no nordeste de Angola.

Segundo o funcionário da FAO, que se baseia num estudo realizado o ano passado na Lagoa do Ngolome, localizada na comuna de Massangano, pelo Instituto de Pesca Artesanal (IPA), em parceria com aquela agência da ONU, estas perdas adicionadas às de outras localidades, fazem com que o país perca o equivalente a 25 milhões de dólares americanos/ano, pelos mesmos motivos.

O responsável esclareceu que a FAO se predispôs a financiar e acompanhar técnicamente o referido projecto, com o objectivo fundamental de contribuir para o desenvolvimento de cadeias de produção integral da pesca artesanal através da vulgarização de técnicas pós- captura adaptadas..

Disse que no quadro do projecto serão construídas em varias localidades piscatórias do país plataformas de tratamento e conservação do pescado que serão equipadas com caixas térmicas e materiais de acondicionamento em embalagens, bem com a construção de uma fábrica de gelo com a capacidade para a produção de uma toneladas/dia.

Além disso, acrescentou, Mamoudou Diallo, será reforçada a capacidade técnica do IPA em termos de formação específica.

Esclareceu que o desejo da FAO é assegurar a sustentabilidade e a valorização dos resultados do projecto no âmbito da cooperação com Angola, abarcando a agricultura e a pesca artesanal, desde o reforço das capacidades institucionais à valorização das cadeias de produção integral, contribuindo para a redução das perdas das capturas e na melhoria da qualidade dos produtos de pesca.

O projecto de apoio à pesca artesanal continental e de vulgarização de técnicas pós captura, no nordeste de Angola, é uma iniciativa do Ministério das Pescas com o financiamento da FAO, estando orçado em 393 mil dólares, com duração de 14 meses.

O mesmo beneficiará cerca de três mil famílias de diversas comunidades piscatórias do nordeste do país e foi lançado sábado pela Secretária de Estado das Pescas, Maria Antónia Nelumba, tendo em vista a melhoria das técnicas de processamento, conservação e comercialização do pescado.

O aludido projecto assenta em três eixos fundamentais: apoio com insumos de pesca, construção de infra-estruturas de formação e assistência técnica aos beneficiários.

A lagoa do Ngolome, comuna de Massangano, município de Kambambe, é constituída por 99 baixas piscatórias, nas quais abundam espécies piscícolas como cacusso, mussolo, bagre, pelar, tainha, entre outras.

É explorada por cerca de dois mil pescadores artesanais, organizados em associações e cooperativas e que fazem da pesca a sua fonte de sobrevivência, com uma captura estimada em cerca de mil 380 toneladas de pescado/ano. (portalangop.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

Presidente do PRS: “Quem adiou as autarquias em Angola foi o Presidente da República”

A acusação é de Benedito Daniel, presidente do Partido de Renovação Social (PRS), em réplica ao discurso sobre o "Estado da Nação" proferido pelo...
- Publicidade -

Moçambique: Cadeia provincial de Inhambane sobrelotada e sem condições

A cadeia provincial de Inhambane, no sul de Moçambique, tem o dobro de reclusos que a sua capacidade poderia suportar. Detidos ouvidos pela DW África reclamam falta...

Valentino Rossi acusa positivo à Covid-19 e falha GP de Aragão

Valentino Rossi informou recentemente que acusou positivo no teste feito à Covid-19. O piloto italiano de MotoGP não se estava a sentir bem, como...

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...

Notícias relacionadas

Presidente do PRS: “Quem adiou as autarquias em Angola foi o Presidente da República”

A acusação é de Benedito Daniel, presidente do Partido de Renovação Social (PRS), em réplica ao discurso sobre o "Estado da Nação" proferido pelo...

Moçambique: Cadeia provincial de Inhambane sobrelotada e sem condições

A cadeia provincial de Inhambane, no sul de Moçambique, tem o dobro de reclusos que a sua capacidade poderia suportar. Detidos ouvidos pela DW África reclamam falta...

Valentino Rossi acusa positivo à Covid-19 e falha GP de Aragão

Valentino Rossi informou recentemente que acusou positivo no teste feito à Covid-19. O piloto italiano de MotoGP não se estava a sentir bem, como...

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...

RDC: batalha entre Kabila e Tshisekedi pelo controle do Tribunal Constitucional

Félix Tshisekedi e seu antecessor Joseph Kabila têm travado uma batalha feroz pelo controle do Tribunal Constitucional há várias semanas. Na véspera da posse dos...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.