- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Confederação internacional alerta para trabalho “escravo” de imigrantes nas obras do Mundial2022

Confederação internacional alerta para trabalho “escravo” de imigrantes nas obras do Mundial2022

bola futebolA secretária-geral da Confederação Sindical Internacional (CSI) alertou hoje para as condições de trabalho desumanas que enfrentam os trabalhadores imigrantes envolvidos nas obras do Mundial de Futebol 2022 no Qatar, qualificando o país como “esclavagista”.

“Mais trabalhadores vão morrer durante a construção [dos estádios] do que futebolistas vão jogar naqueles terrenos”, afirmou a australiana Sharan Burrow, numa entrevista hoje divulgada pelo diário grego Avgi.

“O Qatar é um Estado esclavagista do século XXI”, defendeu.

Segundo Sharan Burrow, os trabalhadores enfrentam temperaturas que podem subir até aos 50 graus centígrados durante o verão.

“Correm o risco de crises cardíacas e de desidratação (…) Muitos morrem durante a noite”, explicou a secretária-geral, indicando que em 2010 foram registadas 191 vítimas mortais entre trabalhadores originários do Nepal.

Na mesma entrevista, a representante criticou o “muro de silêncio” das autoridades do emirado quando confrontadas com as condições de trabalho dos operários imigrantes.

Sharan Burrow salientou que os trabalhadores não têm escolha e são obrigados a suportar as condições de trabalho, porque os empregadores confiscam os seus passaportes após a entrada no país.

“A maneira como o Qatar encara a situação dos trabalhadores imigrantes é uma vergonha para o futebol”, defendeu a representante sindical. Ler mais

(ionline.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

A segunda parte do Lourencismo

O próximo sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens...
- Publicidade -

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Notícias relacionadas

A segunda parte do Lourencismo

O próximo sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens...

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Bonga realiza espectáculos em Portugal e lança novo álbum nos 45 anos da independência de Angola

O projecto conta com mais de uma dezena de artistas, que atuam no dia da independência, 11 de novembro, no Teatro Capitólio, no Parque...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.