- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Zé Keno apresenta disco na Praça da Independência

Zé Keno apresenta disco na Praça da Independência

20130208140835zekenoZé Keno, membro fundador do conjunto Jovens do Prenda, apresenta amanhã, às 8h00, na Praça da Independência, em Luanda, o seu primeiro disco a solo, “Patos Fora”.
O trabalho, que é novamente apresentado no domingo, à mesma hora, na Casa da Juventude, em Viana, vai ser vendido a mil kwanzas.
Integralmente acústico, o álbum inclui oito temas, seis dos quais são grandes sucessos desde o início da sua carreira, e dois inéditos.
“Patos fora”, “Filho Doente”, “Ao pôr-do-sol”, “Mamã”, “Nova Cooperação” e “Ubeka” são temas conhecidos mas que sofreram algumas alterações em termos de estrutura rítmica. As inéditas são “Pangui Iami” e “Desespero”.
Cantadas em quimbundo e português, as canções de semba, rumba e bolero, foram produzidas pelos Jovens do Prenda, constituídos por Sérgio (solo), Tetelo (ritmo), Benjamim (baixo), Eurico (teclado), Zuma (bateria), Mizenga (toque-toque), Zinho (dikanza e voz), Chico Montenegro (bongós e voz), Esteves (tumbas) e Nizinga e Zinho (vocalistas). O solista Zé Mueleputo participou em todas as músicas.
A produção é do próprio Zé Keno e a gravação foi feita nos estúdios T, de João Alexandre, em Luanda, misturado, masterizado e editado em Lisboa. Para já foram feitas 3.500 cópias, embora o músico pretenda ainda apresentar o seu trabalho nas províncias de Malange, Kwanza-Norte, Benguela e Namibe. Zé Keno, nome artístico de José João Manuel, é um dos nomes de referência na divulgação da música urbana de Angola. Vocalista e exímio solista, iniciou a sua carreira artística em 1966, no conjunto Os Sembas. Dois anos depois integrou Os Jovens do Prenda, onde desempenha actualmente a função de director administrativo.
Com Os Jovens do Prenda, em cujo repertório constam temas como “Jienda já Luanda”, “Lamento de um filho”, “Papá”, “Isabel”, “Tété”, “Longa marcha”, “Sunga Sunga”, “Ngana Maria” e “Tia”, gravou os discos “Mutidi”, 1982, “Samba-Samba”, 1992, “Kudicola Kwetu”, em 2003, além de uma dezena de discos de vinil, na década de 60/70. O grupo venceu a primeira edição do Top dos Mais Queridos, na altura designado por Prémio Welwitshia.

(jornaldeangola.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

Ainda sobre os enganos do discurso sobre o Estado da Nação: JLo atribui mais 6,1 mil milhões USD às RIL

ESTATÍSTICAS. Economistas consideram difícil entender lapso do Presidente da República que, ao invés de 9,3 mil milhões de dólares, disse que as Reservas Internacionais...
- Publicidade -

Activistas angolanos não cedem: Nova marcha a 11 de Novembro

Activistas culpam o Presidente João Lourenço pelos incidentes de sábado, durante a marcha em Luanda por melhores condições de vida. Segundo os organizadores, duas...

Vítimas em Cabo Delgado têm direito a ter uma história, diz Mia Couto

O escritor moçambicano Mia Couto apelou hoje à humanização do relato sobre o conflito armado em Cabo Delgado, norte do país, destacando a história...

Notícias relacionadas

Ainda sobre os enganos do discurso sobre o Estado da Nação: JLo atribui mais 6,1 mil milhões USD às RIL

ESTATÍSTICAS. Economistas consideram difícil entender lapso do Presidente da República que, ao invés de 9,3 mil milhões de dólares, disse que as Reservas Internacionais...

Activistas angolanos não cedem: Nova marcha a 11 de Novembro

Activistas culpam o Presidente João Lourenço pelos incidentes de sábado, durante a marcha em Luanda por melhores condições de vida. Segundo os organizadores, duas...

Vítimas em Cabo Delgado têm direito a ter uma história, diz Mia Couto

O escritor moçambicano Mia Couto apelou hoje à humanização do relato sobre o conflito armado em Cabo Delgado, norte do país, destacando a história...

Rui Pinto e Júdice? “Ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão…”

"Já lá diz a sabedoria popular: ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão..." Foi desta forma que Ana Gomes reagiu, no Twitter,...
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.