- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Sarna mata gado bovino no Mulondo

Sarna mata gado bovino no Mulondo

20130208121328arimateiaA peste de sarna que assola, há dois meses, o gado bovino na comuna do Mulondo, município da Matala, já provocou a morte de mais de 90 cabeças de criadores tradicionais e fazendeiros da sede comunal, anunciou ontem o administrador da localidade.
Zeca Mupinga ao Jornal de Angola que os dados disponíveis são resultado do levantamento feito junto dos criadores de gado da sede comunal, por falta de meios e vias de acesso para o diagnóstico da situação real em localidades recônditas.
“Há muita mortalidade de gado. Só no mês de Janeiro registámos a morte de 50 cabeças na sede. Desconhecemos os dados exactos dos sectores, aldeias e bairros do interior. Os animais úteis para a produção de carne e agricultura estão a morrer devido ao surto de sarna”, alertou.
O administrador comunal disse que a situação é alarmante pelo número de criadores que diariamente pedem a intervenção dos serviços veterinários, para evitar o risco de alastramento da doença, que dizima a principal riqueza da população local. “Estamos preocupados com a peste de sarna que está a dizimar várias cabeças de gado bovino.
Estamos a lançar um apelo às autoridades para o envio de uma equipa de veterinários para uma intervenção. Os proprietários de gado temem o risco de contágio geral”.
Zeca Mupinga disse que é a primeira vez que a sarna mata tantas cabeças de gado bovino na comuna do Mulondo, e apontou a falta de medicamentos para o combate à doença e o reduzido número de tanques, para o banho por imersão, como as principais causas. O tangue banheiro da sede, o único reabilitado, é um dos quatro existentes desde o tempo colonial.
Por outro lado, a falta de chuvas, que comprometeu as principais culturas na época agrícola passada, na comuna do Mulondo, está na base da escassez de produtos alimentares na localidade, com várias famílias a passar fome, referiu o administrador. Zeca Mupinga afirmou, sem revelar dados, que como consequência da falta de alimentos, muitas famílias estão a passar fome, por não terem o mínimo para sobreviver, o que faz com que muitas delas recorram à administração para solicitar alimentos. “É preocupante o estado de carência em que muitos cidadãos vivem nos últimos dias.

Muitas famílias recorrem à administração comunal em busca de mantimentos, mas infelizmente não temos capacidade de resposta”, disse o administrador, pedindo o apoio das autoridades provinciais. (jornaldeangola.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

Níger: Rapto de um cidadão norte-americano em zona de frequentes ataques do Boko Haram

Na madrugada desta terça-feira, 27 de outubro, foi raptado um cidadão norte-americano em Massalata, no sul do Níger, a cerca de 400 kms a...
- Publicidade -

Guiné-Bissau: “Young Nuno” quer resgatar com murais memórias dos combatentes da liberdade

O artista plástico guineense Nuno Ala Tambá, de 29 anos de idade, cujo nome artístico é "Young Nuno", lidera um grupo de jovens, que...

Angola e Portugal eliminam dupla tributação

A convenção entre Angola e Portugal, que elimina a dupla tributação em matéria de impostos sobre o rendimento e previne a fraude e a...

Um remédio chamado 5G

O estado do sistema de saúde angolano é crítico e precisa de um tratamento de choque. Mais médicos, mais hospitais, mais políticas públicas. E...

Notícias relacionadas

Níger: Rapto de um cidadão norte-americano em zona de frequentes ataques do Boko Haram

Na madrugada desta terça-feira, 27 de outubro, foi raptado um cidadão norte-americano em Massalata, no sul do Níger, a cerca de 400 kms a...

Guiné-Bissau: “Young Nuno” quer resgatar com murais memórias dos combatentes da liberdade

O artista plástico guineense Nuno Ala Tambá, de 29 anos de idade, cujo nome artístico é "Young Nuno", lidera um grupo de jovens, que...

Angola e Portugal eliminam dupla tributação

A convenção entre Angola e Portugal, que elimina a dupla tributação em matéria de impostos sobre o rendimento e previne a fraude e a...

Um remédio chamado 5G

O estado do sistema de saúde angolano é crítico e precisa de um tratamento de choque. Mais médicos, mais hospitais, mais políticas públicas. E...

Covid-19: Angola com 263 novas infecções e 22 recuperados

O país registou, nas últimas 24 horas, mais 263 novas infecções, duas mortes e 22 pacientes recuperados. Segundo o secretário de Estado para a Saúde...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.