- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Mais transparência exigida à docência

Mais transparência exigida à docência

O ministro da Educação pediu , em Viana, mais rigor e transparência aos directores e professores das escolas durante o ano lectivo de 2013.
Pinda Simão, que falava durante a abertura do ano lectivo, alertou os professores para a necessidade de terem responsabilidade social e promoverem, de forma adequada, o método de ensino, ao mesmo tempo que exigiu aos directores a responsabilidade de gerir o acompanhamento do desempenho pedagógico dos educadores.
“Vamos começar um ano lectivo com salas cheias de alunos que começam o seu processo de formação e socialização fora do seio familiar. Há profissões que, pela sua especificidade, requerem mais atenção e rigor”, afirmou.
O mau trabalho do docente é um acto de irresponsabilidade profissional, sublinhou o ministro Pinda Simão, que considerou um dever denunciar e combater esta atitude, para não comprometer o futuro profissional das crianças e dos jovens, e mais tarde serem cidadãos autónomos e úteis ao país.
Pediu, ainda, aos directores das escolas para instruírem os alunos no sentido de os prepararem para o futuro e para o mercado de trabalho. “Devemos criar as condições indispensáveis para combater o desemprego, a fome, a pobreza, a desigualdade de género, a violência doméstica e, consequentemente, promover o desenvolvimento económico e social do nosso país”, acrescentou o ministro da Educação.
Pinda Simão afirmou que o Executivo tem trabalhado para que em cada ano lectivo as crianças e os jovens de todo o país tenham mais acesso às aulas, sobretudo com novos professores, “apesar de termos ainda um número considerável de crianças em idade escolar fora do sistema de ensino obrigatório, o que constitui uma situação triste”, lamentou Pinda Simão.
Há 15 anos, havia mais de três milhões de crianças fora do sistema de ensino e muitas delas frequentavam aulas em condições inadequadas, como debaixo das árvores, sentadas em latas de leite ou bancos, para poderem escrever sobre os joelhos, recordou.

“Em 2004, começámos a reforma educativa e no início deste ano lectivo vamos conhecer os resultados finais da sua avaliação geral. Se, numa primeira fase, as maiores preocupações estavam voltadas para a taxa de escolarização, agora temos obrigatoriamente de nos preocupar cada vez mais com a qualidade da aprendizagem das nossas crianças e adolescentes”, concluiu. (jornaldeangola.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

Escassez de combustível em Mbanza Kongo atribuída ao contrabando

Mbanza Kongo - Munícipes de Mbanza Kongo, província do Zaire, afirmaram nesta sexta-feira que as constantes rupturas de combustíveis que se assiste na cidade...
- Publicidade -

MBanza Kongo Património Mundial da Humanidade ou do contrabando?

Contrabando é sinal de irregularidade. É uma violação grosseira às normas sociais e económicas que regem os Estados. O centro histórico de MBanza Kongo,...

FMI prevê que todas as economias lusófonas africanas voltam a crescer em 2021

O Fundo Monetário Internacional (FMI) previu hoje num relatório sobre a África subsaariana que todas as economias dos países lusófonos africanos cresçam já em...

Cristiano Ronaldo volta a testar positivo à Covid-19

Recorde-se que foi a 13 de Outubro que o jogador soube que estava infectado com o novo coronavírus. Cristiano Ronaldo voltou a testar positivo à...

Notícias relacionadas

Escassez de combustível em Mbanza Kongo atribuída ao contrabando

Mbanza Kongo - Munícipes de Mbanza Kongo, província do Zaire, afirmaram nesta sexta-feira que as constantes rupturas de combustíveis que se assiste na cidade...

MBanza Kongo Património Mundial da Humanidade ou do contrabando?

Contrabando é sinal de irregularidade. É uma violação grosseira às normas sociais e económicas que regem os Estados. O centro histórico de MBanza Kongo,...

FMI prevê que todas as economias lusófonas africanas voltam a crescer em 2021

O Fundo Monetário Internacional (FMI) previu hoje num relatório sobre a África subsaariana que todas as economias dos países lusófonos africanos cresçam já em...

Cristiano Ronaldo volta a testar positivo à Covid-19

Recorde-se que foi a 13 de Outubro que o jogador soube que estava infectado com o novo coronavírus. Cristiano Ronaldo voltou a testar positivo à...

Assassino de professor francês em contacto com ‘jihadista’ russófono

O assassino do professor francês degolado na sexta-feira estava em contacto com um ‘jihadista’ russófono na Síria, indicou hoje fonte próxima do dossier. A identidade...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.