- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Empresas angolanas têm possibilidade de se financiarem na bolsa de Londres

Empresas angolanas têm possibilidade de se financiarem na bolsa de Londres

As oportunidades de financiamento de empresas angolanas no mercado internacional por intermédio da Bolsa de Valores de Londres (LSE, sigla inglesa) são discutidas hoje, em Luanda, num seminário organizado por aquela instituição financeira, a embaixada britânica e o Banco Espírito Santo Angola (BESA).

O seminário é dirigido às autoridades locais, investidores, empresas e jornalistas, reunindo um importante leque de oradores nacionais e internacionais que vão fazer intervenções e apresentações com painéis interactivos.

O encontro tem início com a intervenção do presidente do Conselho de Administração do BESA, Álvaro Sobrinho, à qual se seguirá uma mensagem do Ministro das Finanças, Carlos Alberto Lopes e a introdução, feita pelo presidente do Conselho de Administração da Comissão de Mercados de Capitais (CMC), Archer Mangueira.
A apresentação da Bolsa de Valores de Londres é realizada por Ibukum Adebayo, director de Desenvolvimento de Negócios da LSE.

O tema do primeiro painel é o “Acesso das empresas angolanas ao mercado internacional de capitais através da Bolsa de Valores de Londres”, que tem como oradores o director coordenador da Banca de Investimento do BESA, Jorge Ramos, o associado da empresa de consultoria legal Norton Rose, Bayo Odubeko, e o director executivo da companhia de consultoria Ernst & Young, Marcus Bailey. O segundo painel subordina-se ao tema “Desenvolvimentos no mercado de capitais de Angola” e vai contar com uma introdução feita por Archer Mangueira, seguida por uma sessão interactiva de debate com os especialistas presentes.  No fim dos trabalhos é realizada uma conferência de imprensa.

Mercados de capitais

A LSE é uma das principais bolsas internacionais. Tem, até à data, atraído muitas empresas africanas para admissão à cotação no seu mercado principal e no mercado alternativo (AIM) sendo, neste momento, o mercado com maior crescimento mundial e uma porta de entrada para as empresas africanas no mercado de capitais Internacional.

Apesar de ter concluído o projecto de instalação da Bolsa de Valores e Derivativos de Angola (BVDA), as autoridades angolanos têm-se mostrado prudentes em relação ao seu arranque.

Esta semana, o presidente do Conselho de Administração do Banco de Comércio Internacional (BIC) foi citado a afirmar que a BVDA começa a funcionar este ano para intermediar, inicialmente, a venda de títulos públicos.

Num fórum nacional da CMC, realizado em fins de Janeiro em Menongue, Archer Mangueira afirmou, referindo-se ao arranque da BVDA, que as autoridades têm uma visão estratégica que dá prioridade à reestruturação do sistema financeiro do país e a fazer com que satisfaça a necessidade de recursos para o financiamento do crescimento e do desenvolvimento económico.

As premissas para tal, acrescentou, devem ser amplamente difundidas pelas 18 províncias de Angola, por serem, no seu conjunto, detentoras de um potencial económico atractivo para que a BVDA se torne numa praça financeira forte.

(jornaldeangola.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...
- Publicidade -

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Notícias relacionadas

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Manifestação: Comité para a Protecção dos Jornalistas acusa polícia de perseguição e intimidação a jornalistas e exige medidas que garantam a liberdade de imprensa

O Comité para a Protecção dos Jornalistas (CPJ, sigla em inglês), com sede em Nova Iorque, EUA, critica fortemente a polícia angolana por ter...
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.