- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal BE: governo eliminou intencionalmente do currículo de Franquelim Alves ligação à SLN

BE: governo eliminou intencionalmente do currículo de Franquelim Alves ligação à SLN

4401433O coordenador do Bloco de Esquerda (BE) disse hoje que alguém do Governo eliminou do currículo de Franquelim Alves, de forma “premeditada” e intencional”, a sua passagem pelo grupo SLN, que foi dono do BPN.

O secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, garantiu, na noite de quinta-feira, em entrevista ao programa “De Caras”, da RTP1, que, no currículo que entregou ao Governo, constava a sua passagem pela SLN – Sociedade Lusa de Negócios, acrescentando que discutiu essa experiência com o ministro da Economia.

“Isso significa que alguém do Governo eliminou essa parte do currículo com a intenção de a esconder. Foi premeditado e intencional, seguramente”, afirmou João Semedo, à agência Lusa, após uma iniciativa pública com bloquistas em Vila Franca de Xira.

“Não acredito que haja algum membro do Governo que julgue que os portugueses iam aceitar tranquila e pacificamente que se nomeasse secretário de Estado um cidadão que, durante o tempo em que esteve no BPN/SLN, limitou-se a fazer parte de uma estratégia de ocultação da fraude e das suas consequências”, acrescentou o dirigente do BE. Ler mais

(ionline.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.