- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Paulo Portas considera que visita a Angola teve "sentido construtivo" no relacionamento...

Paulo Portas considera que visita a Angola teve “sentido construtivo” no relacionamento bilateral

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros português, Paulo Portas, disse em Luanda que a sua visita a Angola, que ontem terminou, teve um “sentido construtivo” nas relações bilaterais.

Portas, que fazia o balanço de uma visita oficial de 48 horas a Angola, respondia à questão sobre se a sua deslocação visou alterar a situação de desconfiança do lado angolano, face às recentes notícias sobre a abertura de inquéritos judiciais em Portugal de personalidades angolanas da área do poder.

“As relações entre Portugal e Angola são relações entre dois Estados soberanos. Nós respeitamos a soberania dos outros, tal como gostamos que respeitem a nossa. E, nesse sentido, esse tipo de temas, quando são angolanos, devem tratar-se em Angola, quando são portugueses, devem tratar-se em Portugal”, disse.

Paulo Portas afirmou ainda que a sua função, enquanto chefe da diplomacia, é “defender a relação” bilateral, que passa “por uma boa relação dos órgãos de soberania de Angola, que nós não só respeitamos, como tratamos com amizade”.

“Isto é o que nos permite, também com muita clareza, esperar que as 8 mil empresas portuguesas que trabalham para o mercado de Angola, os mais de 100 mil portugueses que estão a viver em Angola, os mais de 2,6 mil milhões de euros de exportações portuguesas para Angola, sejam também bem tratados”, frisou.

Daí, concluiu, considerar que a sua presença em Angola “tem sempre um sentido construtivo”.

No âmbito da visita que efetuou à sede da Mota Engil em Luanda, construtora portuguesa envolvida em algumas das obras emblemáticas de Angola, designadamente a nova marginal da capital angolana, disse que, nesta deslocação, de uma forma que classificou como “muito pragmática”, ajudou a dar alguns passos para o desenvolvimento de projetos industriais.

Com esses projetos industriais, as empresas portuguesas consolidam o processo de internacionalização e criam valor.

“De cada vez que o fazem estão a fortalecer a sua retaguarda em Portugal, e os postos de trabalho em Portugal. Estão a ganhar nos mercados externos para compensar algumas dificuldades no mercado interno”, manifestou, considerando que esses projetos industriais vão ser um sinal “muito visível da importância da cooperação económica”. (lusa.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

RDC: Félix Tshisekedi defende “união sagrada” após tensões pró-Kabila

Nem dissolução do Parlamento, nem renúncia do governo. No final de uma semana tensa com seus aliados da Frente Comum para o Congo, Félix Tshisekedi...
- Publicidade -

Activista Paulo de Morais constituído arguido no caso “vestidos de noiva”

O facto acontece na sequência da queixa-crime por difamação apresentada em Portugal por Bornito de Sousa, vice-presidente de Angola, e a sua filha Naulila...

Deputados das 1ª e 9ª comissões votam a favor da suspensão de mandato e retirada de imunidades a Manuel Rebelais

Os deputados das 1º e 9ª comissões especializadas da Assembleia Nacional aprovaram hoje, sexta-feira, 23, por unanimidade, o relatório parecer que suspende o mandato...

A segunda parte do Lourencismo

Hoje sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens activistas...

Notícias relacionadas

RDC: Félix Tshisekedi defende “união sagrada” após tensões pró-Kabila

Nem dissolução do Parlamento, nem renúncia do governo. No final de uma semana tensa com seus aliados da Frente Comum para o Congo, Félix Tshisekedi...

Activista Paulo de Morais constituído arguido no caso “vestidos de noiva”

O facto acontece na sequência da queixa-crime por difamação apresentada em Portugal por Bornito de Sousa, vice-presidente de Angola, e a sua filha Naulila...

Deputados das 1ª e 9ª comissões votam a favor da suspensão de mandato e retirada de imunidades a Manuel Rebelais

Os deputados das 1º e 9ª comissões especializadas da Assembleia Nacional aprovaram hoje, sexta-feira, 23, por unanimidade, o relatório parecer que suspende o mandato...

A segunda parte do Lourencismo

Hoje sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens activistas...

Escassez de combustível em Mbanza Kongo atribuída ao contrabando

Mbanza Kongo - Munícipes de Mbanza Kongo, província do Zaire, afirmaram nesta sexta-feira que as constantes rupturas de combustíveis que se assiste na cidade...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.