- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Ministro português dos Negócios Estrangeiros terminou visita

Ministro português dos Negócios Estrangeiros terminou visita

Luanda  – O ministro português dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, terminou hoje (quinta-feira), a sua visita de dois dias ao país, onde se deslocou a fim de tratar de assuntos relacionados com a preparação da primeira Cimeira Bilateral Angola-Portugal, agendada ainda para este ano, na cidade de Luanda.

Na quarta-feira, aspectos ligados a preparação do referido evento foram abordados na capital angolana entre os ministros das Relações Exteriores de Angola, Georges Chikoty, e português dos Negócios Estrangeiros,  Paulo Portas, tendo sido criado grupos de trabalho, do qual a equipa angolana desloca-se, nas próximas semanas, a aquele país europeu, para acertos.

Para este ano está previsto a realização de uma Cimeira de Chefes de Estado e de Governo, cabendo aos ministros das Relações Exteriores e dos Negócios Estrangeiros dos dois países discutirem em detalhes os aspectos a abordar e estabelecer o programa e a agenda para o efeito.

Na Cimeira, Angola tem, sobretudo, interesse no sector da formação de quadros, um processo que pretende ver acelerado, bem como saber quais as empresas lusas que querem transferir-se para o país, em especial as de interesse no âmbito da reconstrução nacional, segundo Georges Chikoty.

Durante a visita, o ministro português foi recebido em audiência pelo Chefe de Estado, José Eduardo dos Santos, com quem tratou de assuntos ligados ao reforço da cooperação bilateral, assim como apresentou mensagens do Presidente português, Cavaco Silva, e do seu primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, ao estadista angolano.

Angola e Portugal mantêm excelentes relações de cooperação em vários domínios, com destaque para as áreas de educação, saúde, cultura, desportos, indústria, transportes, construção civil e outros sectores com menos impacto. (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

Ainda sobre os enganos do discurso sobre o Estado da Nação: JLo atribui mais 6,1 mil milhões USD às RIL

ESTATÍSTICAS. Economistas consideram difícil entender lapso do Presidente da República que, ao invés de 9,3 mil milhões de dólares, disse que as Reservas Internacionais...
- Publicidade -

Activistas angolanos não cedem: Nova marcha a 11 de Novembro

Activistas culpam o Presidente João Lourenço pelos incidentes de sábado, durante a marcha em Luanda por melhores condições de vida. Segundo os organizadores, duas...

Vítimas em Cabo Delgado têm direito a ter uma história, diz Mia Couto

O escritor moçambicano Mia Couto apelou hoje à humanização do relato sobre o conflito armado em Cabo Delgado, norte do país, destacando a história...

Notícias relacionadas

Ainda sobre os enganos do discurso sobre o Estado da Nação: JLo atribui mais 6,1 mil milhões USD às RIL

ESTATÍSTICAS. Economistas consideram difícil entender lapso do Presidente da República que, ao invés de 9,3 mil milhões de dólares, disse que as Reservas Internacionais...

Activistas angolanos não cedem: Nova marcha a 11 de Novembro

Activistas culpam o Presidente João Lourenço pelos incidentes de sábado, durante a marcha em Luanda por melhores condições de vida. Segundo os organizadores, duas...

Vítimas em Cabo Delgado têm direito a ter uma história, diz Mia Couto

O escritor moçambicano Mia Couto apelou hoje à humanização do relato sobre o conflito armado em Cabo Delgado, norte do país, destacando a história...

Rui Pinto e Júdice? “Ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão…”

"Já lá diz a sabedoria popular: ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão..." Foi desta forma que Ana Gomes reagiu, no Twitter,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.