- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Tunisinos exigem uma "segunda revolução" após morte de dirigente da oposição

Tunisinos exigem uma “segunda revolução” após morte de dirigente da oposição

Irmão de Chokri Belaid, dirigente de partido laico e um dos mais acérrimos opositores do Governo, atribuiu o assassínio aos islamistas no poder. Milhares protestam em Tunes e há sedes do Ennahda atacadas em cidades da província.

A revolta foi imediata: assim que a rádio noticiou o assassinato de Chokri Belaid, um dos mais acérrimos opositores do Ennahda, o partido islamista no poder na Tunísia, milhares de pessoas saíram à rua exigindo uma “segunda revolução”. Receando os efeitos do assassinato político, o Presidente Moncef Marzouki, que estava em França, decidiu regressar de urgência a Tunes.

Pouco antes do meio-dia, uma pequena multidão juntava-se já frente ao Ministério do Interior, situado na avenida Habib Bourguiba, o principal eixo da capital tunisina e o grande palco da contestação que, em Janeiro de 2011, forçou o então Presidente Ben Ali a renunciar a fugir para a Arábia Saudita.

À mesma hora, a AFP noticiava ataques contra duas sedes do Ennahda nas cidades de Mezzouna e Gafsa, na região central. Pelo menos um dos edifícios foi incendiado. Há notícias de protestos em Sidi Bouzid, a cidade onde a revolução começou – foi ali que o vendedor ambulante Mohamed Bouazizi se imolou, em protesto contra os abusos das autoridades – e também em Kasserine (Centro), Béja e Bizerte (Norte). Em comum, a revolta contra o Governo, dominado pelos islamistas e alvo de uma contestação crescente, um ano e meio depois de ter chegado ao poder. Ler mais

(publico.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

PR nomeia Jomo Fortunato ministro da Cultura

Em nota, a Casa Civil refere que antes, noutro decreto, o Presidente da República exonerou Adjany da Silva Freitas Costa, do cargo de ministra...
- Publicidade -

Última Hora: Libertados três jornalistas e um motorista detidos em manifestação no sábado em Luanda

Os três jornalistas e um motorista da Rádio Essencial que foram detidos no sábado, durante uma manifestação, em Luanda, foram libertados hoje à tarde,...

Movimento ameaça voltar às ruas se houver julgamento de manifestantes detidos

Autoridades negam, mas participantes e dirigentes da UNITA insistem que houve uma morte devido à repressão violenta do protesto de sábado em Luanda. Movimento...

UNITA diz que Lei Eleitoral de Angola deve estar alinhada com modelo da SADC

O general na reforma Abílio Kamalata Numa pediu a alteração da Lei Eleitoral de Angola, sugerindo que esteja alinhada com a lei-modelo da Comunidade...

Notícias relacionadas

PR nomeia Jomo Fortunato ministro da Cultura

Em nota, a Casa Civil refere que antes, noutro decreto, o Presidente da República exonerou Adjany da Silva Freitas Costa, do cargo de ministra...

Última Hora: Libertados três jornalistas e um motorista detidos em manifestação no sábado em Luanda

Os três jornalistas e um motorista da Rádio Essencial que foram detidos no sábado, durante uma manifestação, em Luanda, foram libertados hoje à tarde,...

Movimento ameaça voltar às ruas se houver julgamento de manifestantes detidos

Autoridades negam, mas participantes e dirigentes da UNITA insistem que houve uma morte devido à repressão violenta do protesto de sábado em Luanda. Movimento...

UNITA diz que Lei Eleitoral de Angola deve estar alinhada com modelo da SADC

O general na reforma Abílio Kamalata Numa pediu a alteração da Lei Eleitoral de Angola, sugerindo que esteja alinhada com a lei-modelo da Comunidade...

Seis jornalistas detidos na manifestação

O presidente do Sindicato dos Jornalistas de Angola (SJ) lamentou hoje a actuação da polícia durante a manifestação de sábado em Luanda e informou...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.