- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola EUA têm base de drones na Arábia Saudita desde 2011

EUA têm base de drones na Arábia Saudita desde 2011

A informação era do conhecimento de vários media norte-americanos, mas só agora foi revelada, após a divulgação de um memorando interno do Departamento de Justiça sobre ataques com drones contra cidadãos nascidos nos EUA.

Era um segredo guardado pelos media norte-americanos há quase dois anos, mas o prazo de validade expirou esta semana, com a revelação de um documento confidencial do Departamento de Justiça que justifica o assassínio de cidadãos dos EUA suspeitos de serem “líderes operacionais da Al-Qaeda”.

Na sequência da divulgação deste memorando de 16 páginas, pela NBC, o jornal The New York Times decidiu tornar público que os EUA mantêm uma base para o lançamento de ataques com drones (aviões não tripulados) na Arábia Saudita desde 2011.

Num artigo sobre a audição no Senado, esta quinta-feira, do principal conselheiro da Casa Branca para o contraterrorismo, John Brennan – indigitado pelo Presidente Obama para o cargo de director da CIA –, o New York Times revelou que “a CIA começou a construir em segredo uma base de drones na Arábia Saudita para lançar ataques no Iémen”. O primeiro ataque, segundo o jornal, aconteceu a 30 de Setembro de 2011 e teve como alvo Anwar al-Awlaki, um norte-americano nascido no Novo México, formado nas universidades do Colorado e de George Washington, e tido pelos serviços secretos dos EUA como um importante membro da organização terrorista Al-Qaeda. O seu filho de 16 anos de idade e outros dois norte-americanos foram também mortos em ataques distintos, mas as autoridades dos EUA classificam-nos como “baixas resultantes de ataques contra operacionais da Al-Qaeda”. Ler mais

(publico.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...
- Publicidade -

RDC: batalha entre Kabila e Tshisekedi pelo controle do Tribunal Constitucional

Félix Tshisekedi e seu antecessor Joseph Kabila têm travado uma batalha feroz pelo controle do Tribunal Constitucional há várias semanas. Na véspera da posse dos...

Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

O dinamarquês condenado por torturar e matar uma jornalista sueca no seu submarino privado fugiu esta terça-feira da prisão, onde cumpre prisão perpétua, mas...

Conselheiro de segurança de Trump no Brasil para acordo comercial e campanha anti-China

Delegação americana quer passar mensagem de que o alinhamento do Brasil e da China pode compensar o mal-estar com Pequim. Chefe de uma delegação americana...

Notícias relacionadas

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...

RDC: batalha entre Kabila e Tshisekedi pelo controle do Tribunal Constitucional

Félix Tshisekedi e seu antecessor Joseph Kabila têm travado uma batalha feroz pelo controle do Tribunal Constitucional há várias semanas. Na véspera da posse dos...

Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

O dinamarquês condenado por torturar e matar uma jornalista sueca no seu submarino privado fugiu esta terça-feira da prisão, onde cumpre prisão perpétua, mas...

Conselheiro de segurança de Trump no Brasil para acordo comercial e campanha anti-China

Delegação americana quer passar mensagem de que o alinhamento do Brasil e da China pode compensar o mal-estar com Pequim. Chefe de uma delegação americana...

EUA: Afluência às urnas favorece até agora Joe Biden

A duas semanas das eleições presidenciais e legislativas americanas uma coisa é certa: A afluência às urnas deverá este ano ser um recorde. Fazendo uso...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.