- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Mais de quatro mil armas recolhidas na província do Bengo

Mais de quatro mil armas recolhidas na província do Bengo

Quatro mil e 439 armas de fogo, das quais três mil e 309 de tipo AKM, foram recolhidas na província do Bengo desde o início do processo de desarmamento da população civil em Abril de 2008.

Uma nota da corporação, enviada hoje à Angop, em Caxito, dá conta igualmente da recolha de 23 mil e 391 munições diversas, mil e 372 carregadores, 299 explosivos e 26 projécteis de lança granadas.

A Polícia Nacional revela terem sido destruídas mil e 450 armas de fogo, 776 carregadores, três mil munições e 888 engenhos explosivos não detonados durante o período em referência.

No âmbito do programa, acrescenta, instauraram-se 64 processos-crime, com 120 detidos, tendo sido julgados sumariamente 26 cidadãos, dos quais 24 condenados a penas de dois a oito meses de prisão, dois absolvidos, enquanto 60 processos que envolvem 93 detidos aguardam julgamento.

Aponta igualmente que na última semana a polícia registou a entrega voluntária de duas armas de fogo, sendo uma de tipo AKM, uma caçadeira e 25 munições, recolhidas coercivamente nos municípios do Bula Atumba e Nambuangongo.

(portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.