- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mais Reportagem Poliomielite está em recuo

Poliomielite está em recuo

Angola tem estado a dar passos importantes no sentido de interromper a transmissão da poliomielite, fruto das acções de vacinação que se têm realizado periodicamente. O representante da UNICEF em Angola, Koenraad Vanormelingen, que esteve durante dois dias no Lubango, revelou que o fundo das Nações Unidas vai continuar a apoiar o Executivo nessa espinhosa tarefa.
“Ao longo do ano, vamos fazer o nosso trabalho junto das comunidades para reforçar a capacidade das famílias em assegurarem o bem-estar das crianças”, garantiu Koenraad Vanormelingen, que falava à margem do encontro de cortesia com o governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge. Para que os resultados sejam cada vez mais positivos, as Nações Unidas vão continuar a apoiar o Executivo nas actividades destinadas a interromper a transmissão da doença às crianças.
Para este ano, está prevista a realização de duas campanhas contra a poliomielite em todas as províncias de Angola, com o apoio da UNICEF. Além disso, vai apoiar o Executivo na realização da campanha nacional de distribuição de mosquiteiros e na administração da vitamina A, desparasitação e vacinação de rotina, antes de Junho.
Simultaneamente, vai desenvolver o programa de luta contra a má nutrição e trabalhar junto das comunidades para reforçar a capacidade das famílias em assegurar o bem-estar das crianças, sobretudo nas áreas afectadas pela estiagem no ano passado.
Koenraad Vanormelingen assegurou que a UNICEF emprega, a nível nacional, uma quantia equivalente a 25 milhões de dólares anuais, que tem sido repartida por todas as províncias e em diferentes áreas. Na Saúde existe um pacote para a revitalização de vários programas que têm sido incrementados em cada município.
“Várias acções têm sido desenvolvidas pelas agências das Nações Unidas, como a FAO e a OMS, para mobilizar apoios na luta contra a má nutrição”, disse, acrescentando que para a província da Huíla são canalizados dois milhões de dólares para o apoio a este programa.
“Na Huíla está ainda em discussão como se vai apoiar o Governo Provincial na luta contra a má nutrição e melhorar a segurança alimentar, pois as consequências da estiagem de 2012 deram origem a algumas áreas com esses casos, particularmente na zona rural do oeste da província”, frisou.

O Governo Provincial, reconheceu Koenraad Vanormelingen, tem estado a desenvolver várias acções de distribuição de alimentos, assistência às crianças nestas circunstâncias e de melhoria da segurança alimentar.
“Queremos interagir com o Governo Provincial para podemos ajudar nesses actos, isto a nível dos serviços de saúde, comunicação e mobilização dos parceiros, distribuição de alimentos e de reforço da segurança alimentar”, afirmou.
Os encontros mantidos com os dirigentes da província indicam que os programas vão ser desenvolvidos sem qualquer entrave, acrescentou.
A UNICEF apoia o plano de incremento dos 11 compromissos nacionais da criança, que cobre todos os direitos dos menores, desde o nascimento até aos 18 anos. “Apoiamos especificamente o sector da saúde, nutrição, educação, água e saneamento, VIH, educação primária e protecção da criança em diferentes áreas, para o que contamos com a parceria de 14 ministérios”, especificou Koenraad Vanormelingen.

Acções na província

Koenraad Vanormelingen mostrou-se satisfeito com o empenho nas acções que têm sido desenvolvidas pelo Governo da Huíla a favor das crianças. A título de exemplo, referiu o programa de revitalização dos serviços de saúde, as acções de protecção à criança, a reintegração dos menores em conflito com a Lei. Na província, foram construídas, ao longo do ano passado, novas infra-estruturas escolares, centros nutricionais e hospitais, novos furos de água, o que favorece as crianças, “daí, mais uma vez, a Huíla estar a liderar o caminho”, sublinhou.
“Estamos a discutir a planificação do tratamento ambulatório de nutrição em cada centro de saúde e a fazer a mobilização social a nível comunitário para prevenir a má nutrição”, afirmou. O Lubango tem já em funcionamento cinco centros nutricionais. Dentro de dias, começam a ser instalados outros nos demais municípios.
Durante a visita de dois dias, o representante da UNICEF encontrou-se com o governador provincial, João Marcelino Tyipinge, com quem se inteirou das prioridades socioeconómicas definidas pelo Executivo para 2013.
Acompanhado pela especialista de nutrição em Nova Iorque, Dolores Rio, foi feita a identificação de pontos de cooperação estratégica entre aquele órgão das Nações Unidas e o Governo Provincial da Huíla.
A planificação de um maior empenho das administrações municipais em relação à aceleração da criação do plano de resposta à crise nutricional, tendo em conta a estiagem registada no último ano agrícola, fizeram parte da agenda de trabalho do encontro.
Koenraad Vanormelingen visitou ainda o hospital Pediátrico Pioneiro Zeca, centros de saúde da Lalula e Nambambe, e reuniu-se com os responsáveis da rede provincial de protecção à criança. (jornaldeangola.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...
- Publicidade -

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Notícias relacionadas

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Guiné-Bissau regista 14 novos casos para total de 2.403

A Guiné-Bissau registou na última semana 14 novos casos positivos para o novo coronavírus, num total de 2.403 infectados, e manteve o número de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.