- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Ministra da Saúde espanhola apanhada na rede de corrupção do "caso Gürtel"

Ministra da Saúde espanhola apanhada na rede de corrupção do “caso Gürtel”

Ana Mato, a ministra da Saúde do Governo de Mariano Rajoy, surge como receptora de vários presentes na contabilidade da rede de corrupção e enriquecimento ilícito descoberta no “caso Gürtel”. Tanto ela como o seu ex-marido, o antigo autarca Jésus Sepúlveda, receberam da rede liderada pelo empresário Francisco Correa presentes e viagens, confirma a polícia. A ministra nega.

A Unidade de Delinquência Económica e Financeira (UDEF) da polícia espanhola confirmou a existência destes presentes – que já tinham chegado à imprensa em 2011, embora tivessem sido desmentidos por Ana Mato. Agora, num momento em que o Governo do Partido Popular se vê confrontado com graves acusações de corrupção, com a publicação de documentos que revelam uma contabilidade paralela que permitiu o pagamento de somas consideráveis aos seus dirigentes durante anos, provenientes de donativos de empresários – num caso possivelmente relacionado com o “caso Gürtel” –, a polícia descobriu novos documentos sobre Ana Mato. Estavam num parque industrial de Alcorcón (Madrid) e mostram as relações de Ana Mato e do seu ex-marido, o ex-presidente da Câmara de Pozuelo (região de Madrid), noticia o El País. Ler mais

(publico.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Ainda sobre os enganos do discurso sobre o Estado da Nação: JLo atribui mais 6,1 mil milhões USD às RIL

ESTATÍSTICAS. Economistas consideram difícil entender lapso do Presidente da República que, ao invés de 9,3 mil milhões de dólares, disse que as Reservas Internacionais...
- Publicidade -

Activistas angolanos não cedem: Nova marcha a 11 de Novembro

Activistas culpam o Presidente João Lourenço pelos incidentes de sábado, durante a marcha em Luanda por melhores condições de vida. Segundo os organizadores, duas...

Vítimas em Cabo Delgado têm direito a ter uma história, diz Mia Couto

O escritor moçambicano Mia Couto apelou hoje à humanização do relato sobre o conflito armado em Cabo Delgado, norte do país, destacando a história...

Notícias relacionadas

Ainda sobre os enganos do discurso sobre o Estado da Nação: JLo atribui mais 6,1 mil milhões USD às RIL

ESTATÍSTICAS. Economistas consideram difícil entender lapso do Presidente da República que, ao invés de 9,3 mil milhões de dólares, disse que as Reservas Internacionais...

Activistas angolanos não cedem: Nova marcha a 11 de Novembro

Activistas culpam o Presidente João Lourenço pelos incidentes de sábado, durante a marcha em Luanda por melhores condições de vida. Segundo os organizadores, duas...

Vítimas em Cabo Delgado têm direito a ter uma história, diz Mia Couto

O escritor moçambicano Mia Couto apelou hoje à humanização do relato sobre o conflito armado em Cabo Delgado, norte do país, destacando a história...

Rui Pinto e Júdice? “Ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão…”

"Já lá diz a sabedoria popular: ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão..." Foi desta forma que Ana Gomes reagiu, no Twitter,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.