- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Cabo Verde Agentes da Brigada Anti-crime de Cabo Verde julgados por suspeita de roubo...

Agentes da Brigada Anti-crime de Cabo Verde julgados por suspeita de roubo de droga

O julgamento dos 13 suspeitos do roubo de três quilogramas de cocaína de instalações policiais na Cidade da Praia, entre eles agentes da Brigada Anticrime (BAC) de Cabo Verde, começa na próxima terça-feira, noticia hoje a Inforpress.

A informação foi avançada hoje à Inforpress por fonte do Tribunal da Comarca da Cidade da Praia, onde os suspeitos, entre eles também alguns agentes da Polícia Nacional serão julgados num processo liderado pela juíza Ana Reis, do 2.º Juízo Crime.

Segundo a fonte, o julgamento deverá prolongar-se até dia 28, num processo em que a única suspeita até agora detida na Cadeia de São Martinho (sete quilómetros a noroeste da Cidade da Praia) é a ex-agente da BAC Dulce Vaz, apresentada como a principal arguida.

O caso remonta a julho de 2011, altura em que foi encontrada uma quantidade de droga ainda por divulgar a flutuar defronte da Calheta, no concelho de São Miguel, nordeste da ilha de Santiago.

Os agora suspeitos, 10 agentes de polícia e três civis, acabariam por ser detidos, alegadamente pela autoria do roubo de pelo menos três quilos de droga, armazenados nas instalações da Brigada de Investigação Criminal (BIC) para posterior entrega à Polícia Judiciária (PJ).

Vários quilos desse estupefaciente seriam, na ocasião, resgatados a vários habitantes locais, que os haviam recolhido no alto mar e à beira-mar.

A PJ cabo-verdiana estimou, então, que se tratava de droga largada ao mar por alguma embarcação que, “num ato de desespero” tentou escapar a uma eventual interpelação pelos navios da Guarda Costeira cabo-verdiana.

Cabo Verde tem sido referenciado pelas organizações internacionais como um dos principais países de trânsito da droga traficada a partir de países da América do Sul.

Apoiadas por vários países europeus e pelos Estados Unidos, as autoridades cabo-verdianas têm apostado no combate ao narcotráfico no arquipélago, tendo a maior apreensão ocorrido a 10 de outubro de 2011.

Nesse dia, a maior operação jamais realizada no país culminou mais de um ano de investigações da PJ e permitiu a apreensão, na Cidade da Praia, de 1,5 toneladas de cocaína, em elevado estado de pureza, a detenção de três pessoas e a confiscação de diverso armamento, uma elevada quantia em dinheiro e automóveis de alta cilindrada.

Na sequência das investigações, oito pessoas, entre elas o ex-presidente da Bolsa de Valores de Cabo Verde (BVCV), Veríssimo Pinto, foram detidas pela PJ, prisões que foram, depois, confirmadas pelo Tribunal de Comarca da Cidade da Praia.

Em abril de 2012, o Ministério Público cabo-verdiano deduziu acusações contra 13 detidos, com base em crimes de tráfico de droga, associação criminosa e lavagem de capitais, delitos que, segundo a legislação de Cabo Verde, são considerados “graves”.

As datas dos diferentes julgamentos estão ainda por marcar. (lusa.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

O Estado da Nação

É importante que saibamos o que é e o que se deve esperar do discurso sobre o Estado da Nação. Assim evitam-se falsas expectativas...
- Publicidade -

Arménia e Azerbaijão não conseguem manter novo cessar-fogo

Arménia e Azerbaijão concordaram este domingo em tentar pela terceira vez um cessar-fogo, mas quase imediatamente voltaram a fazer acusações mútuas de violá-lo. Confrontos...

“Luanda Leaks”: Ana Gomes e Paulo de Morais esperam justiça ampla

Testemunhos da ex-eurodeputada e do ativista a favor de Rui Pinto ainda não têm data marcada, mas ambos têm expetativa de que a Justiça...

Quimbandeiro detido por falsas promessas de milagres

O Serviço de Investigação Criminal (SIC), em Cabinda, deteve três cidadãos, supostamente implicados na prática do crime de burla por defraudação. O caso deu-se quando...

Notícias relacionadas

O Estado da Nação

É importante que saibamos o que é e o que se deve esperar do discurso sobre o Estado da Nação. Assim evitam-se falsas expectativas...

Arménia e Azerbaijão não conseguem manter novo cessar-fogo

Arménia e Azerbaijão concordaram este domingo em tentar pela terceira vez um cessar-fogo, mas quase imediatamente voltaram a fazer acusações mútuas de violá-lo. Confrontos...

“Luanda Leaks”: Ana Gomes e Paulo de Morais esperam justiça ampla

Testemunhos da ex-eurodeputada e do ativista a favor de Rui Pinto ainda não têm data marcada, mas ambos têm expetativa de que a Justiça...

Quimbandeiro detido por falsas promessas de milagres

O Serviço de Investigação Criminal (SIC), em Cabinda, deteve três cidadãos, supostamente implicados na prática do crime de burla por defraudação. O caso deu-se quando...

Dom Afonso Nunes defende que religião e política devem servir as comunidades

O bispo da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, Dom Afonso Nunes, afirmou ontem, Sábado, que a religião e a política devem...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.