- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Teologia comum para problemas comuns, defendem institutos cristãos

Teologia comum para problemas comuns, defendem institutos cristãos

Escolas teológicas de Moçambique e Angola poderão num futuro próximo cooperar na elaboração de um currículo comum, disse Manasse Matiquele do Instituto Superior Cristão de Tete no norte de Moçambique.

Matiquele falava durante um seminário realizado no passado fim-de-semana na província angolana da Huíla e o desenvolvimento curricular das escolas teológicas na África Austral e parte da zona oriental do continente.

O evento juntou sete dezenas de participantes provenientes da África do Sul, Namíbia, Moçambique, Quénia e de vários pontos de Angola, uma promoção da rede das escolas teológicas de África e da igreja evangélica sinodal de Angola, IESA.
O professor Kruger Du Preez, do Instituto Superior Cristão em Moçambique, falou das vantagens do seminário para as escolas teológicas.

O objectivo essencial, disse Due Preez foi estudar meios de desenvolver um currículo “com valores cristãos” mas que esteja integrado no contexto dos seus próprios países.
“ A nossa experiência é que há currículos usados que vêm de países de fora que não estão contextualizados,” disse.

“Quase ninguém tem uma disciplina sobre malária ou sobre crianças,” disse, acrescentando que a questão da pobreza “não faz parte integral” dos currículos existentes.

Para o director-geral do Instituto Superior Cristão de Tete no norte de Moçambique, devido aos laços históricos que unem Angola e Moçambique existem fortes possibilidades de cooperação no desenvolvimento curricular das escolas teológicas.

Manasse Matiquele destacou a abrangência dos programas na comunidade concordando que os institutos devem ter em conta o contexto onde existem “para que possam ajudar, para que possam ser úteis”.

“O ensino teológico não é só para um certa igreja mas sim para toda uma comunidade que possa beneficiar daquilo que é o ensino da instituição,” disse

E o reverendo Dinis Marcolino Eurico presidente da IESA e um dos co-organizadores do evento falou da importância das escolas teológicas, numa altura em que proliferam em Angola e pelo continente, igrejas e seitas que desvirtuam o evangelho cristão em nome dos bens materiais.

A administração e desenvolvimento curricular, a avaliação curricular e o controlo de qualidade e o futuro de formação nas escolas teológicas na África subsariana foram alguns dos temas abordados durante o seminário de cinco dias. (voaportugues.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.