- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques PALOP vão propor saída para a crise política na Guiné-bissau na próxima...

PALOP vão propor saída para a crise política na Guiné-bissau na próxima reunião da CPLP

Os países africanos de língua oficial portuguesa vão propor à Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) uma saída para a crise na Guiné-Bissau, disse hoje à Lusa, a ministra são-tomense dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidades.

Natália Umbelina, que regressou na quinta-feira da Etiópia onde participou na vigésima conferência da União Africana, disse que os representantes de Angola, Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe reuniram-se à margem deste encontro para “concertar posições” sobre a Guiné-Bissau.

“Tivemos uma reunião entre os PALOP para juntos refletirmos um pouco mais, concertarmos as nossas posições, para numa próxima reunião da CPLP podermos também levar o nosso apoio, o apoio dos cinco países de língua oficial portuguesa em África para que rapidamente a Guiné-Bissau possa conhecer novas esperanças”, explicou Natália Umbelina.

A governante são-tomense reconhece que se trata de “uma aproximação” que os PALOP estão a fazer em relação a um dos seus membros mas rejeita a ideia de que essa posição seja uma legitimação do governo interino instalado depois do golpe de Estado de 12 de abril de 2012.

A chefe da diplomacia são-tomense defende que “a Guiné-Bissau sozinha tem dificuldades em conseguir a saída da crise, precisa de ajuda e essa ajuda está a vir de todos os cantos: da CPLP, da CEDEAO, está a vir da União Africana, da União Europeia e do próprio Banco Mundial”.

“Ainda ontem vimos na televisão que o Banco Mundial esteve na Guiné -Bissau a negociar. Mas só dará o passo em frente quando forem levantadas as sanções e essas sanções só serão levantadas quando houver de facto um pacto de regime, quando houver um governo inclusivo”, acrescentou.

“Os parceiros da Guiné-Bissau estão neste momento a ajudar a encontrar este caminho que é o pacto de regime e um governo inclusivo, para juntos irem repondo as instituições democráticas até as eleições que é um trabalho progressivo e paulatino”, concluiu Natália Umbelina. (lusa.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Cage One estreia na maior Exposição do Hip Hop do Mundo, Bet Hip hop Awards 2020

O artista da LS, Cage One, vai se estrear na maior exposição do Hip Hip do Mundo, Bet Hip hop Awards 2020,...
- Publicidade -

Cuanza-Sul: Suposto homicida detido no município da Cela

A Polícia Nacional deteve ontem, no município da Cela, um cidadão nacional de 17 anos de idade, por estar implicado no crime de homicídio...

‘Dino’ e ‘Kopelipa’: Generais aguardam por medidas de coacção

Os generais Leopoldino do Nascimento “Dino” e Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa” aguardam pela notificação das medidas de coacção a serem aplicadas pela Procuradoria-Geral...

Sindicato elogia “angolanização” do sector petrolífero

Novo decreto presidencial obriga as empresas do sector petrolífero a preferir mão de obra e serviços angolanos. Sindicato aplaude a iniciativa e espera ver...

Notícias relacionadas

Cage One estreia na maior Exposição do Hip Hop do Mundo, Bet Hip hop Awards 2020

O artista da LS, Cage One, vai se estrear na maior exposição do Hip Hip do Mundo, Bet Hip hop Awards 2020,...

Cuanza-Sul: Suposto homicida detido no município da Cela

A Polícia Nacional deteve ontem, no município da Cela, um cidadão nacional de 17 anos de idade, por estar implicado no crime de homicídio...

‘Dino’ e ‘Kopelipa’: Generais aguardam por medidas de coacção

Os generais Leopoldino do Nascimento “Dino” e Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa” aguardam pela notificação das medidas de coacção a serem aplicadas pela Procuradoria-Geral...

Sindicato elogia “angolanização” do sector petrolífero

Novo decreto presidencial obriga as empresas do sector petrolífero a preferir mão de obra e serviços angolanos. Sindicato aplaude a iniciativa e espera ver...

Moçambicano condenado a 40 anos por violar duas filhas menores

O Tribunal Judicial Provincial da Zambézia condenou a uma pena de 40 anos de prisão um pai de 31 anos por violação de duas...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.