- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Diamantes: Angola participa em conferência internacional de minas

Diamantes: Angola participa em conferência internacional de minas

Angola vai participar de quatro a sete de Fevereiro, na Cidade do Cabo, Africa do Sul, na 19ª Conferência Internacional de Minas ( Mining Indaba) .

A delegação chefiada pelo ministro da Geologia e Minas , Francisco Queiróz, vai no evento divulgar o Código Mineiro, bem como as principais acções que estão a ser desenvolvidas no país para melhorar o conhecimento quanto ao sector e a diversificação da actividade mineira.

A delegação angolana vai também aproveitar a oportunidade para mobilizar potenciais investidores para investir em projectos mineiros em promoção no país.

O Mining Indaba é organizado no Continente Africano, é o maior em termos de promoção e mobilização de investimentos mineiros e é um evento de periodicidade anual.

A par deste evento, realiza-se uma feira internacional onde várias empresas expõem o seu potencial no domínio mineiro, procuram estabelecer parcerias e mobilizar investidores. No certame participam investidores operadores mineiros, bancos e prestadores de serviço.

Angola vai marcar a sua presença com a participação da Endiama, Sodiam, Ferrangol e outras empresas do ramo mineiro.

Importa referir que existem em Angola projectos em prospecção no domínio dos diamantes, fosfatos, cobre, ouro , terras raras e minérios básicos, no sentido de aumentar a capacidade de exploração de rochas ornamentais e outras matérias primas necessárias à industria.

O sector iniciou negociações com parceiros de renome internacional, para a exploração, no norte do país, dos fosfatos e do potássio, para a produção de adubos, visando o desenvolvimento da agricultura e a construção de um complexo para a transformação dos minérios.

As actividades desenvolvidas permitiram a descoberta de reservas de cobre nas províncias de Cabinda, Moxico e Kuando Kubango, de ferro, na Huíla e Kwanza Norte.

Angola iniciou com a prospecção do bauxite, nas províncias do kwanza Sul e Uige, e desenvolve também iniciativas do género em Mbanza Congo e Lunda Norte.

O aumento consubstancial do fabrico de quartzo e de materiais de construção de origem mineira está a proporcionar o aumento da produção de burgau, areia e brita no país.

Através de uma sociedade mista entre o sector público e o privado Angola retomou a exploração de ferro e do manganês com um projecto integrado que incluiu a indústria metalúrgica e siderúrgica.

Nos subsectores de diamantes existem acções que visam para além da extracção, a valorização de todas as fases da cadeia desta indústria.

Este subsector tem assinado vários contratos de prospecção e exploração com empresas nacionais e estrangeiras, com o objectivo de, nos próximos anos, dar uma maior contribuição no crescimento económico do país com a implementação de vários projectos principalmente em zonas rurais.

Os desafios no sector mineiro angolano ainda são enormes e o caminho a percorrer é ainda longo, se se tiver em conta os inúmeros desequilíbrios sofridos pela economia mundial, nos últimos tempos, e que de forma directa ou indirecta afectaram o país em crescimento, consideram os observadores. (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

Covid-19: Estudo indica como vírus se espalha em uma sala de aula

A pesquisa apontou que, mesmo com distância de mais de 2 metros entre os estudantes, partículas minúsculas suspensas no ar podem circular entre eles. Em...
- Publicidade -

Por que a mudança para o gás de cozinha ainda é tão lenta em África?

O uso de combustíveis como carvão vegetal ou mesmo querosene para cozinhar é um contribuinte significativo para as mortes relacionadas à poluição. A solução é...

FC Porto e Marselha derrotados no arranque da Liga dos Campeões

A primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões edição 2020/2021 ficou encerrada na quarta-feira 21 de Outubro, sendo que o FC...

Papa Francisco defende uniões de facto de casais homossexuais

O Papa Francisco defendeu hoje pela primeira vez que os casais homossexuais devem ser protegidos pelas leis da união civil, durante uma entrevista para...

Notícias relacionadas

Covid-19: Estudo indica como vírus se espalha em uma sala de aula

A pesquisa apontou que, mesmo com distância de mais de 2 metros entre os estudantes, partículas minúsculas suspensas no ar podem circular entre eles. Em...

Por que a mudança para o gás de cozinha ainda é tão lenta em África?

O uso de combustíveis como carvão vegetal ou mesmo querosene para cozinhar é um contribuinte significativo para as mortes relacionadas à poluição. A solução é...

FC Porto e Marselha derrotados no arranque da Liga dos Campeões

A primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões edição 2020/2021 ficou encerrada na quarta-feira 21 de Outubro, sendo que o FC...

Papa Francisco defende uniões de facto de casais homossexuais

O Papa Francisco defendeu hoje pela primeira vez que os casais homossexuais devem ser protegidos pelas leis da união civil, durante uma entrevista para...

Covid-19: Portugal regista mais 2.535 infectados e 16 mortes

Portugal somou, nas últimas 24 horas, mais 2.535 infetados pelo novo coronavírus, e 16 mortes associadas à Covid-19, revela o boletim epidemiológico da Direção-Geral...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.